Ideias

O padre Fábio de Melo saiu do Twitter: o Brasil precisa de uma grande terapia coletiva

O padre Fábio de Melo saiu do Twitter: o Brasil precisa de uma grande terapia coletiva

Um padre, uma questão polêmica, o direito de expressão, uma opinião e vários julgamentos. Essa foi a fórmula para mais uma demonstração de que há, no país, uma grande ferida exposta pela falta de sensibilidade com a opinião alheia. Em mais essa lamentável confusão, deve-se dar menos importância ao que foi dito e muito mais à consequência da intolerância. Estamos todos doentes, reconheçamos.

A FLIP está certa: a literatura é inútil

A FLIP está certa: a literatura é inútil

Pra quê serve a literatura, afinal? Pra nada. Absolutamente nada. Fez muito bem a FLIP em se transformar numa feirinha de ativistas. A turba bolsonarista que tentava impedir a palestra de Glenn Greenwald é a imagem que vai ficar do encontro. O resumo.

As sereias não existem. O preconceito, sim

As sereias não existem. O preconceito, sim

A internet é campo fértil para todo tipo de debate, e na defesa de posições há sempre uma intensidade feroz, que pode assustar os desavisados. Nessa toada, quando houve o anúncio de que a atriz Halle Bailey seria a protagonista do filme “A Pequena Sereia”, uma enxurrada de críticas — positivas e negativas — se fez presente na rede mundial de computadores.

Questione-se: o aborto seria crime se o homem engravidasse?

Questione-se: o aborto seria crime se o homem engravidasse?

Recentemente, um projeto de lei municipal de São Paulo virou tema de discussão por indicar, em seus artigos, a necessidade de internação psiquiátrica compulsória das mulheres atendidas que tivessem “propensão ao aborto clandestino”. Desprezando os direitos personalíssimos e a dignidade humana, este projeto demonstra uma ingerência absurda na questão das liberdades femininas, sendo indicativo de mais um passo atrás nas conquistas públicas das mulheres em questões que envolvem sua saúde.