Livros

Os 25 melhores romances brasileiros do século 21

Os 25 melhores romances brasileiros do século 21

A Revista Bula realizou uma enquete entre os meses de janeiro e agosto de 2018, com o objetivo de descobrir quais são, segundo os leitores, os melhores romances brasileiros publicados no século 21. A consulta foi feita a colaboradores, assinantes — a partir da newsletter —, e seguidores da página da revista no Facebook e no Twitter. Foram considerados apenas os romances brasileiros publicados a partir do dia 1º de janeiro de 2001, e apenas um livro por autor.

15 livros essenciais dos últimos 15 vencedores do Nobel de Literatura

15 livros essenciais dos últimos 15 vencedores do Nobel de Literatura

A cada ano, desde 1901, um novo escritor é laureado com o Prêmio Nobel de Literatura, considerado o mais importante e renomado do mundo. O vencedor é escolhido pela Academia Sueca, analisa a importância do conjunto da obra do autor, bem como o impacto cultural, político ou social causado por ela. A Bula reuniu em uma lista os ganhadores das últimas 15 edições do Nobel: de J. M. Coetzee, em 2003, a Kazuo Ishiguro, em 2017.

Os sete livros que mudaram a minha vida

Os sete livros que mudaram a minha vida

O desafio de escrever uma lista com os livros que mais o influenciaram causa um problema: ele desperta o Ego, aquele pequeno argentino que vive dentro de cada um de nós. “Coloca ‘Ulysses’, de James Joyce!”, sugere o Ego. “Não se esqueça dos russos e acrescente ‘Dom Quixote’ só pra esnobar!” Mas foram esses os livros realmente importantes que li e que me motivaram a escrever? Ainda me lembro muito bem do príncipe Pierre perdido no meio da guerra, indeciso entre a admiração por Napoleão e o dever de defender a Mãe Rússia, mas não foi ele quem me inspirou a fazer livros.

Os 24 livros que inspiraram Gabriel García Márquez

Os 24 livros que inspiraram Gabriel García Márquez

“Cem Anos de Solidão” e “O Amor nos tempos do Cólera” são alguns dos livros de Gabriel García Márquez que inspiraram gerações. No entanto, o autor também tinha suas referências literárias que, de acordo com ele, ajudaram o moldar sua mente e seu destino criativo. Os livros foram revelados em sua biografia “Viver para Contar”. A Bula reuniu todos eles em uma lista. Alguns destaques são: “Enquanto Agonizo” (1930), de William Faulkner; e “Orlando: Uma Biografia”.

15 livros extraordinários para ler em um dia

15 livros extraordinários para ler em um dia

Um clássico dito popular sugere que “tamanho não é documento”. Algumas obras clássicas literárias provam que, quando o assunto é literatura de qualidade, o provérbio está mais do que correto. Com no máximo cem páginas, títulos como: “A Festa de Babette” (1950), de Karen Blixen; “A Morte de Ivan Ilitch” (1886), de Lev Tolstói; “O Paraíso São os Outros” (2014), de Valter Hugo Mãe; e “O Alienista” (1882), de Machado de Assis; não deixam nada desejar em relação a livros de maior extensão.