Ideias

Como Os Irmãos Karamazov explica o comportamento atual

Como Os Irmãos Karamazov explica o comportamento atual

O filósofo grego Diógenes de Sínope caminhava, durante o dia, com uma lanterna acesa na mão, em meios às pessoas, e dizia: “procuro um homem”. Foi o fundador da escola cínica. Dessa façanha histórica, não podia sair coisa diferente. Se vivesse nos dias de hoje, poderia usar um holofote como lanterna, durante o dia, e vagar pelas ruas de quaisquer cidades em sua busca para, fatalmente, colher as mais sinistras experiências.

Judit Polgár: a dama que deu um xeque-mate no machismo do xadrez

Judit Polgár: a dama que deu um xeque-mate no machismo do xadrez

Quando se fala em xadrez, logo vêm à mente todos os grandes enxadristas que marcaram época e fizeram história, no cenário mundial, ao longo dos tempos. Garry Kasparov, Bobby Fischer, Mikhail Tal, José Raul Capablanca e Magnus Carlsen são nomes quase indiscutíveis em uma organizada lista de gênios da modalidade. De logo, percebe-se a ausência de mulheres nesses rankings e surge o questionamento sobre o porquê disso.

O Alienista: Machado de Assis explica o Brasil atual

O Alienista: Machado de Assis explica o Brasil atual

O Brasil virou uma grande Itaguaí, onde a gente sã, nas ruas, se sente fora do contexto. Onde a razão e a Ciência perderam a credibilidade, necessariamente. E onde uma fatia de mais ou menos 45 milhões de indivíduos, fanáticos, tornou uma nação inteira refém de sua insanidade: a coisa mais normal do mundo.

Moral conservadora: perguntas que podem revelar a hipocrisia

Moral conservadora: perguntas que podem revelar a hipocrisia

Costumes conservadores são baseados na ideia de família tradicional, homem e mulher, com nuclearidade na figura masculina; na monogamia; na heteronormatividade, combinando os dois sexos opostos; no judaísmo-cristianismo enquanto sistema de crenças transcendentais (do qual a Bíblia seria o código), com forte componente racial de superioridade dos brancos.

Borges e Neruda: o gênio além da ideologia

Borges e Neruda: o gênio além da ideologia

De perto somos todos normais: de esquerda, de direita, de centro, alienados. De longe, quando a persona é vista em sua inteireza, que só pode ser expressada pelo talento de cada um, o bicho pega. Jorge Luis Borges e Pablo Neruda causam desconforto quando se fala neles.