Ideias

Vidas negras importam? Pergunte ao Carrefour

Vidas negras importam? Pergunte ao Carrefour

Para aqueles que defendem que haja a valorização de uma “consciência humana” em detrimento do dia da Consciência Negra — e que, coincidentemente, são basicamente os mesmos que odeiam a existência de um movimento que grita que vidas negras importam —, a vala da história será a recompensa.

Número 23: como a era da pós-verdade é, também, a era da pré-verdade

Número 23: como a era da pós-verdade é, também, a era da pré-verdade

A era da pós-verdade não admite o debate. Basta a cada cidadão ou cidadã que absorve algum conhecimento querer acreditar nele. Veja bem: “querer acreditar” não corresponde, necessariamente, a sempre “acreditar efetivamente”. Muitas vezes, o sujeito que exerce sua pós-verdade nem acredita muito nas besteiras que insiste em disseminar por aí, mas, como ele quer muito acreditar nelas, vai assim mesmo, sem muita credibilidade.