Poesia

10 poemas de Emily Dickinson para ler antes de morrer

10 poemas de Emily Dickinson para ler antes de morrer

Não é uma fábula. Mas deve-se começar assim: era uma vez… Emily Dickinson. Quem? Simplesmente: a maior poeta dos Estados Unidos, a deusa, ao lado de Walt Whitman, o deus, o pai-fundador. O crítico literário Harold Bloom a percebe como uma espécie de Shakespeare dos Estados Unidos. Era mais: era Emily Dickinson, um gênio que não publicou dez poemas em vida. Mas deixou, guardadinhos, quase 2 mil poemas — a maioria de alta qualidade.

10 poemas em homenagem aos pais

10 poemas em homenagem aos pais

Ao longo da história, a noção de paternidade se modificou várias vezes, mas as relações entre pais e filhos sempre serviram de inspiração para os escritores. A Revista Bula reuniu dez poemas de grandes autores, como Pablo Neruda e Carlos Drummond de Andrade, que homenagearam a vivência e a sabedoria dos pais.

Os 10 melhores poemas de amor da língua portuguesa

Os 10 melhores poemas de amor da língua portuguesa

A Bula pediu a leitores, editores e colaboradores que apontassem os melhores poemas amor da língua portuguesa. Os mais citados foram reunidos em uma lista. Entre os selecionados estão poemas de seis autores brasileiros: Vinicius de Moraes, Olavo Bilac, Paulo Leminski, Carlos Drummond de Andrade, Mario Quintana e Cecília Meireles; e quatro portugueses: Luís Vaz de Camões, Fernando Pessoa, Florbela Espanca e Maria Teresa Horta

Os 10 melhores poemas de autoras brasileiras de todos os tempos

Os 10 melhores poemas de autoras brasileiras de todos os tempos

A Bula pediu a leitores, editores e colaboradores que apontassem os poemas mais significativos de autoras brasileiras em todos os tempos. Os dez mais votados foram reunidos em uma seleção, que contempla poetas de diferentes estilos literários e que representam variadas gerações da literatura no país. É importante destacar que a lista não tem intenção de ser abrangente e definitiva, e apenas representa a opinião dos participantes.

Os 10 melhores poemas de Ferreira Gullar

Os 10 melhores poemas de Ferreira Gullar

A Revista Bula pediu a leitores e colaboradores que apontassem os poemas mais significativos de Ferreira Gullar, pseudônimo de José Ribamar Ferreira. Poeta, escritor, tradutor e teatrólogo, Gullar, é considerado um dos maiores autores brasileiros do século 20 e um dos fundadores do neoconcretismo, movimento artístico que propunha uma reação ao concretismo ortodoxo.

Os 10 melhores poemas de Charles Bukowski

Os 10 melhores poemas de Charles Bukowski

Dotado de um humor ferino e comparado a Henry Miller e Ernest Hemingway, sua obra é marcadamente autobiográfica. O estilo obsceno e coloquial e uma aparente forma descuidada com a escrita com temas recorrentes como: prostitutas, alcoolismo, corridas de cavalos, experiências escatológicas, sempre dividiu a crítica. Para alguns apenas um resquício da geração beat de Jack Kerouac e Allen Ginsberg, para outros — como o filósofo francês Jean-Paul Sartre —, o maior poeta da América.

Os 10 melhores poemas de amor

Os 10 melhores poemas de amor

Pode ser que ele a surpreenda com um colar de estrelas cadentes caídas direto do céu da sua boca. Pode ser que ela fique louca com um anel de dias antes, um artefato simples e ordinário, feito de plástico, que ele descobriu por acaso, futricando dentro, garimpando no fundo de um saco de balas, feito um menino. O afeto disfarça-se nos detalhes, de acordo com o universo feminino. Pode ser que beijos doces redimam um homem amargo que desaprendeu com o tempo a dizer Eu te amo. São coisas que acontecem. A vida é dura. O amor amolece.

Os 10 melhores poemas de Manuel Bandeira

Os 10 melhores poemas de Manuel Bandeira

Pedimos aos leitores e colaboradores que apontassem os poemas mais significativos de Manuel Bandeira. Poeta, tradutor e crítico literário, Manuel Bandeira foi o mais lírico dos poetas brasileiros. A temática cotidiana e a melancolia, associada a um sentimento de angústia, permeou toda sua obra. Soube, como nenhum outro poeta, contrapor o provincianismo modernista com o universalismo da poesia. Divide com Carlos Drummond de Andrade e João Cabral de Melo Neto o título de maior poeta brasileiro pós-1940.