Contos

A despedida de Miguel Sanches Neto e sua receita para um conto perfeito

A despedida de Miguel Sanches Neto e sua receita para um conto perfeito

Depois de décadas de intensa atuação, Miguel Sanches Neto decidiu se retirar no debate público. Não vai mais participar de debates, eventos literários ou publicar livros, exceto dois romances já escritos que serão lançados no final de 2022 e início de 2023. Os motivos foram elencados na oficina. Trata-se de uma decisão pessoal, amadurecida longamente, que passa pela patrulha ideológica que torna quase impossível o livre exercício da criação estética chegando até a generosidade de abrir caminho para os representantes das novas gerações.

O dia em que estive frente a frente com o mito Lane Erickson / Dreamstime

O dia em que estive frente a frente com o mito

Já menti várias vezes, mas, agora, eu não minto. Era preto na folhinha e não adianta tergiversar sobre os aspectos étnicos da melanina na cútis. Entrei numa padaria do condado para faturar um deputado federal da bancada terraplanista. Óbvio que não faria o serviço ali mesmo. O logradouro servia apenas como um ponto de encontro. Dali, partiríamos para algum apartamento funcional da Asa do Avião que funcionasse como um lugar mais apropriado para se comer gente usando recursos do erário.

Um desejo de hipocrisia

Um desejo de hipocrisia

O esquema é o seguinte: começaremos a falar do livro. Você como advogado, começará a contar causos e segredos de clientes que tenham relação com o sexo marginal, escondido ou qualquer coisa do tipo. O gênio do mercado pegará aquela parte magistral sobre o banqueiro e suas festas luxuriosas e contará alguma experiência que teve com a sua antiga namorada.

Apesar de loucas, tronchas e solitárias, as pessoas parecem flores, finalmente Foto: Ulf Andersson

Apesar de loucas, tronchas e solitárias, as pessoas parecem flores, finalmente

Você fica tão sozinho às vezes que até faz sentido. Mas, eu não queria mais ficar sozinho. Não naquele dia. Hollywood era coisa do passado. Andava à toa em San Pedro, ao sul de lugar nenhum. Buscava inspiração para escrever um livro sobre o amor, sobre gatos, sobre bêbados e bebidas, o que surgisse primeiro como inspiração. Estava saturado de escrever cartas na rua para ninguém. Sentia-me um fodido ao inventar personagens que, de fato, nunca existiram.

Textura de tempo

Textura de tempo

Você deve ter conhecido meninos e meninas que na descoberta do corpo, e também dos amores, por algum motivo desconhecido descobriram que a poesia acalentaria os seus despudores. Alguns crescerem assim, sem entender as razões pelas quais ficariam para sempre presos à tentativa do verso.