Filmes

A comédia romântica que faturou R$ 1,5 bilhão e é considerada uma obra-prima do cinema está na Netflix Divulgação / TriStar Pictures

A comédia romântica que faturou R$ 1,5 bilhão e é considerada uma obra-prima do cinema está na Netflix

“O Casamento do Meu Melhor Amigo” uma criação de P.J. Hogan, ocupa um lugar distinto no gênero das comédias românticas graças ao seu roteiro perspicaz de Ronald Bass, que entrelaça nuances da glamourosa Era de Ouro de Hollywood com a ponderação sobre a fugacidade da vida e as consequências de nossas escolhas. A narrativa habilmente entrelaçada explora a complexa teia de relações entre Julianne Potter e Michael O’Neal.

A mais bela história de amor do cinema mundial nos últimos 2 anos está no Prime Video Divulgação / Universal Pictures

A mais bela história de amor do cinema mundial nos últimos 2 anos está no Prime Video

Será que histórias como a que conta D.J. Caruso em “Amor de Redenção” aconteceriam hoje, um tempo estranho no qual as aparências têm valido mais que a real natureza das coisas e das pessoas, boa ou má; que narrativas assumem aura de verdade absoluta e conspurcam o quer que toquem em caráter absoluto; e sentimentos tornam-se moeda de troca em acordos espúrios, que não satisfazem ninguém e só deixam um travo de amargor quando se desfazem, pouco tempo depois?

Comédia com Chris Rock na Netflix vai melhorar seu dia instantaneamente Divulgação / Paramount

Comédia com Chris Rock na Netflix vai melhorar seu dia instantaneamente

Rock sobe no conceito de alguns sabidos, e em num distante 2014, estrelava e dirigia “No Auge da Fama”, uma tentativa de crescer, como artista e como homem, que um episódio de oito anos depois comprovou ser mera jogada de marketing. Se seu filme tem algo de bom, é justamente a capacidade de imprimir leveza a temas que fustigam os Estados Unidos desde sempre, dentre os quais o racismo, por óbvio, ganha lugar de destaque.

Faça um favor a si mesmo e assista, na Netflix, a uma das melhores comédias românticas da história do cinema Barry Wetche / GHS Productions

Faça um favor a si mesmo e assista, na Netflix, a uma das melhores comédias românticas da história do cinema

Kay, a esposa abnegada de “Um Divã para Dois”, tem feito das tripas coração quanto a segurar seu casamento com Arnold, embora sinta que o esforço unilateral não vá dar cabo de anos de uma monotonia que resvala na indiferença e na humilhação. É aí que David Frankel começa a virar a chave para a solução que ocupa grande parte dos cem minutos de seu filme, levando Kay e Arnold a um universo que passariam a vida sem jamais conhecer.

Inspirada em William Shakespeare, obra-prima ignorada pelo público é um dos melhores filmes da história da Netflix Divulgação / Netflix

Inspirada em William Shakespeare, obra-prima ignorada pelo público é um dos melhores filmes da história da Netflix

Na interseção entre a autoavaliação pessoal e a arte da atuação, Timothée Chalamet se destaca como um exemplo de como as dúvidas internas podem moldar uma carreira. Seu papel em “O Rei”, dirigido por David Michôd, o consagra como um ator de talento excepciona e também serve como uma lente através da qual observamos a complexidade de se tornar um líder tanto no cenário fictício quanto na realidade de uma carreira sob os holofotes.