Amado pelo público e considerado um marco do cinema moderno, romance psicológico encantador volta à Netflix Divulgação / Focus Features

Amado pelo público e considerado um marco do cinema moderno, romance psicológico encantador volta à Netflix

É difícil, talvez seja mesmo impossível esquecer um grande amor que se acaba, e há quem nunca o deixe viver, mesmo depois de finado. “Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças” é uma das histórias de amores mortos mais emblemáticas do cinema. Levada à tela pelo francês Michel Gondry, essa ficção científica romântica encanta por sua singeleza, ao passo que elabora saídas nada óbvias para o conflito que anuncia.

Medíocres: há exemplos de sobra também aqui mesmo e agora Romannerud / Dreamstime

Medíocres: há exemplos de sobra também aqui mesmo e agora

O medíocre-cordeirinho, ao contrário do que o nome sugere, é extremamente perigoso. Sua existência inautêntica (está dissolvido no impessoal, diria Heidegger) é moldável ao sabor dos ventos da maioria que, como já nos mostraram os sábios Nelson Rodrigues e Henrik Ibsen, é estúpida. Inércia é a palavra-chave. O medíocre-cordeirinho senta-se todo dia em frente à TV e se deixa contaminar por toda a sorte de lixo.

Ficção científica filosófica, inteligente e carregada de suspense é um dos melhores filmes do acervo da Netflix Divulgação / Warner Bros

Ficção científica filosófica, inteligente e carregada de suspense é um dos melhores filmes do acervo da Netflix

A humanidade nunca precisou tanto de heróis como agora. A conjuntura de pestes, guerras, miséria generalizada faz do mundo um lugar cada vez mais hostil à vida e ao convívio entre os homens, cenário de que criaturas extraplanetárias se aproveitam para subjugar de vez o gênero humano. É esse o enredo de “No Limite do Amanhã”, de Doug Liman, distopia sobre tempos sombrios, este e o que virá.

Filme com Tom Hanks, na Netflix, vai te hipnotizar do primeiro segundo até a conclusão surpreendente Divulgação / Columbia Pictures

Filme com Tom Hanks, na Netflix, vai te hipnotizar do primeiro segundo até a conclusão surpreendente

O uso da câmera na mão, a escolha por não tratar as imagens noturnas — o que confere o efeito granulado, típico de registros documentais —, além de aspectos menos técnicos, porém da mesma forma impactantes, representados em grande parte pelo elenco quase amador e anônimo, conferem à narrativa a tensão que margeia todo o filme.