Baseado nas teorias de Descartes, David Hume e John Locke, filme da Netflix vai dar um nó no seu cérebro

O filme “Tau” (2018), dirigido por Federico D’Alessandro, mergulha na complexa relação entre humanos e inteligência artificial. A trama segue Julia, uma jovem raptada por um gênio obsessivo que a força a interagir com Tau, seu avançado sistema de IA. Enquanto Julia luta pela liberdade, o filme explora temas de controle, humanidade e tecnologia, questionando até que ponto a criação pode substituir o criador.

A Última Tentação: a obra-prima que consagrou Nikos Kazantzákis

A Última Tentação: a obra-prima que consagrou Nikos Kazantzákis

Nikos Kazantzakis oferece uma visão profundamente humana e complexa de Jesus, desafiando as concepções tradicionais com um retrato que mescla divindade e humanidade. Martin Scorsese, capturando a essência dessa narrativa, transformou-a em um filme que explora os conflitos internos e as tentações enfrentadas por Jesus de maneira única e provocativa. O filme não apenas retrata um Jesus que luta com sua missão e identidade, mas também apresenta um diálogo intenso entre fé e dúvida, encarnação e espírito. Esta abordagem, rica em simbolismo e questionamentos teológicos, oferece uma perspectiva rara sobre a figura mais enigmática da história.

O filme da Netflix que vai te fazer chorar, reacender sua fé e mostrar que tudo é possível Divulgação / Tornasol Films

O filme da Netflix que vai te fazer chorar, reacender sua fé e mostrar que tudo é possível

“A Noite de 12 Anos” é um drama histórico que narra a angustiante experiência de três presos políticos uruguaios durante a ditadura militar. Baseado em eventos reais, o filme acompanha José Mujica, Mauricio Rosencof e Eleutério Fernández Huidobro, membros do grupo guerrilheiro Tupamaros, enquanto suportam anos de tortura e isolamento. Dirigido por Álvaro Brechner, a obra destaca a resiliência humana frente à opressão e à brutalidade.

Mais do que a saudade, o que mata mesmo é a falta de intepretação de texto

Mais do que a saudade, o que mata mesmo é a falta de intepretação de texto

Que falta nos faz a máfia das loterias. A fraude nas bilheterias. A bola chutada para o mato quando o jogo era de campeonato. Faz tempo que a seleção brasileira não ganha um título mundial. Também pudera. Queria ver de novo aquele futebol moleque nos pés dos craques milionários. O VAR está matando o futebol. O fair play também. Que saudade do overlapping. Da lapada do sargento. Da fumaça e da asfixia.

De diretor brasileiro, ação hollywoodiana com Henry Cavill e Nicholas Hoult está na Netflix

De diretor brasileiro, ação hollywoodiana com Henry Cavill e Nicholas Hoult está na Netflix

Baseado na trajetória verídica do roteirista Chris Roessner, “Castelo de Areia” narra a história de uma divisão de infantaria enviada para Baqubah, no Iraque, onde precisam resolver um problema crítico de abastecimento de água após a destruição da tubulação por bombardeios. A equipe enfrenta não apenas a escassez de água, mas também a hostilidade local e a tensão entre sunitas e xiitas.