Crônicas

No último dia do ano haveremos de rever orgulhos e viabilizar reconciliações

No último dia do ano haveremos de rever orgulhos e viabilizar reconciliações

No último dia do ano haveremos de pincelar com um pouco de graça essa jornada que nos leva do chão ao topo num piscar de olhos, que nos faz em um dia abraçar o travesseiro aos prantos e no outro ter vontade de gritar aos céus como a vida vale a pena. Seremos o acumulado dos anos anteriores dando passagem para ares inéditos. Alicerçados nos perrengues que nos deram casca e nos prazeres que nos deram ânimo, uniremos o ontem e o amanhã em um só minuto.

MMA ou rinha de cães: o que será mais degradante ao ser humano? Stop abusing boy violence , Human Rights Day concept.

MMA ou rinha de cães: o que será mais degradante ao ser humano?

Vivemos tempos estranhos nos quais prevalecem a instantaneidade da comunicação e a plena liberdade de expressão, sob a égide de um alvará virtual que libera os indivíduos para o mau gosto, o apego à frivolidade, a sordidez e a insensibilidade. Não tive interesse de assistir aos vários vídeos que me foram enviados por “amigos”, mostrando o baculejo policial contra os contraventores.

Aquele tipo de homem que cuida melhor de um carro do que de uma mulher Portrait of nice attractive depressed devastated gloomy grumpy aggressive, married spouses having argument disagreement pretense failure crisis period isolated on bright vivid shine yellow background

Aquele tipo de homem que cuida melhor de um carro do que de uma mulher

Quisera morar numa cidade onde pudesse ir a pé para o trabalho; onde pudesse pegar o metrô sem ser encoxado por um boi-sem-coração. Quisera viver num lugar como Amsterdã, onde há mais bicicletas do que ralados nos joelhos. Quisera pedalar uma magrela ao encontro de uma mulher empolgada, rechonchuda, mais cheia de curvas do que a rodovia Belém-Brasília.

Compram-se almas. Favor, tratar com o capeta

Compram-se almas. Favor, tratar com o capeta

Compro almas. Mais pra frente a gente acerta. Pago regiamente com amor passageiro e sucesso estelar. Garanto poder, fortuna, bajulação e reconhecimento público, ainda que o teor qualitativo do interessado seja irreconhecível aos olhos mais apurados. Pouco importa. Quanto pior, melhor. O que conta mesmo, além do dinheiro, essa máquina de fazer felicidade, são a glória e a fama.

Ler livros não dói, não cega e não provoca impotência sexual

Ler livros não dói, não cega e não provoca impotência sexual

Repentinamente, a náusea me atinge. Sinto saudades de Anna Kariênina, a minha amada. A morte de Virgílio vem-me à lembrança. Um sopro de vida. Um incidente em Antares. Morreu o nosso filhinho, ainda criança, sob as rodas das carruagens de fogo. Penso no doutor Fausto, o médico e o monstro que me prescrevera pílulas contra a guerra e paz que maltratavam o meu peito.

Terraplanistas unidos jamais serão vencidos

Terraplanistas unidos jamais serão vencidos

Eu disse tchau, boneca. Ela disse eu não sou boneca e me acertou em cheio com um sorriso que por muito pouco me derrubava da cadeira giratória. Homens que complicam tudo quase sempre são surpreendidos por gestos simples, vertiginosos, de girar a cabeça. Eu expliquei que ela era tão bonitinha que até se parecia com uma boneca, era isso o que eu queria dizer.

25 de novembro: Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher

25 de novembro: Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher

No dia 25 de novembro de 1960, as irmãs Pátria, Minerva e Maria Teresa, conhecidas como “Las Mariposas”, foram brutalmente assassinadas pelo ditador Rafael Leônidas Trujillo, da República Dominicana. As três combatiam fortemente aquela ditadura e pagaram com a própria vida. Seus corpos foram encontrados no fundo de um precipício, estrangulados, com os ossos quebrados. As mortes repercutiram, causando grande comoção no país. Pouco tempo depois, o ditador foi assassinado.

A insuportável presença de sua ausência

A insuportável presença de sua ausência

Tento me regozijar com o fato de que você já esteve aqui, mas isso só traz cólera e veneno. Antes não tivesse estado. Antes jamais tivesse me afundado nessa mescla de seda, e perfume, e faca, e fogo. Antes eu tivesse saído de perto, porque descobri a aniquiladora imortalidade em você. A imoralidade da imortalidade: talvez seja um bom livro.