Autor: Giancarlo Galdino

Desligue o cérebro e apenas ria: comédia da Porta dos Fundos chega à Netflix Rachel Tanugi Ribas / Paris Filmes

Desligue o cérebro e apenas ria: comédia da Porta dos Fundos chega à Netflix

O Porta dos Fundos passa longe da unanimidade, mas não chega a ser inteligente — apesar de uns sabidos bradarem o exato oposto. Tal impressão se solidifica diante de “Contrato Vitalício”, misto de nonsense, comédia física e sátira de costumes do grupo sediado em Botafogo, na Zona Sul carioca. No longa de Ian SBF, goste-se ou não, encontra-se muito pouco do que poderia justificar o trabalho de um lançamento no cinema, por mais patrocínio que eles consigam.

O filme indiano proibido pela justiça que se tornou o mais assistido de 2024 Divulgação / Netflix

O filme indiano proibido pela justiça que se tornou o mais assistido de 2024

Em “O Rei do Povo”, Siddharth P. Malhotra faz um recorte generoso da vida de Karsandas Mulji (1832-1871), amparado por  “Maharaj”, o romance do escritor e jornalista indiano Saurabh Shah publicado em 2014, cujo título alude a Nisargadatta Maharaj (1897-1981), o guru não-dualista nascido Maruti Shivrampant Kambli. Os roteiristas Sneha Desai, Vipul Mehta e Kausar Munir tratam de desfazer possíveis mal-entendidos expondo as duas faces da história, um embate de luzes e sombras com o colorido que se espera de Bollywood.

O primeiro filme a ser produzido completamente com pinturas na história do cinema está no Prime Video Divulgação / A2 Filmes

O primeiro filme a ser produzido completamente com pinturas na história do cinema está no Prime Video

“Com Amor, Van Gogh” é o bravo esforço da polonesa Dorota Kobiela e do americano Hugh Welchman para refazer as últimas impressões do pai da arte moderna acerca de um mundo quiçá tacanho demais para entendê-lo, ainda que ele pareça nunca ter feito muita questão do beneplácito de ninguém. Esse é um ponto-chave para que o roteiro do casal e de Jacek Dehnel comece a traçar suas elucubrações um tanto idiossincrásicas, porém sempre racionais, acerca do fim macabro do “ruivo louco”.

Comédia romântica adorável, comovente e realista, é um pequeno tesouro da Netflix que você ainda não assistiu Divulgação / Netflix

Comédia romântica adorável, comovente e realista, é um pequeno tesouro da Netflix que você ainda não assistiu

Bennett Russell e Lona Skinner, os protagonistas de “Doce Argumento”, disputam palmo a palmo a liderança no Clube de Debates da Escola Preparatória Hemlock, sem suspeitar que tanta animosidade, claro, pode significar outra coisa. A comédia romântica adolescente de Ben Shelton não tem nada de mais e nem de novo, mas o roteiro de Chad Klitzman trata de não deixar que o espectador se desinteresse pela história, socorrendo-se também de veteranos que sabem muito bem o que estão fazendo.

A história de amor da Netflix que causará arrepios em qualquer um que ouse assistir Divulgação / Netflix

A história de amor da Netflix que causará arrepios em qualquer um que ouse assistir

Os moscovitas Angela Nikolau e Ivan Beerkus, o Vanya, aparecem como os heróis-bandidos de “Skywalkers: A Love Story”, equilibrando-se entre a vaidade, o desejo de fazer algo grandioso; o medo, esse carrasco da alma humana, sempre a nos dar os conselhos mais úteis e menos românticos; o amor, o propósito de quem vive; e estruturas de aço de dezenas de toneladas e instáveis como uma pluma ao vento.