Crônicas

O fato de comermos carne não nos impede de amar os bichos

O fato de comermos carne não nos impede de amar os bichos

Foi na minha infância que visitei pela primeira vez uma granja. Enquanto viajávamos, meu pai explicava para meus irmãos e eu que poderíamos pegar os pintinhos com as mãos, que daríamos comida aos porcos e tomaríamos o leite fresco ordenhado da vaca. A pequena viagem de carro tornou enorme a expectativa de uma novidade para as crianças da cidade: a vida rural.

Bem-vindo de volta à criança que você já foi um dia

Bem-vindo de volta à criança que você já foi um dia

O tempo passou e ele virou homem feito, um doutor na acepção da palavra, com mãos decididas e um sorriso confortável no rosto que inspiravam sossego aos desassossegados. E eles eram muitos, os aflitos. Reunia os requisitos necessários para tomar conta de pessoas. Particularmente, tinha uma paciência de Jó para ouvir lamúrias, arrancar balas e parir bebês. Até ser pego falando sozinho.

O amor é um pássaro que não sobrevive em gaiolas

O amor é um pássaro que não sobrevive em gaiolas

O amor é um pássaro que não sobrevive em gaiolas. Gaiolas podem ser o ciúme, a insegurança ou o próprio egoísmo. Gaiolas podem ser o medo de amar outra vez; ou pode ser a incompreensão de que amor e liberdade caminham juntos: amamos porque somos livres e temos liberdade porque confiamos no amor.

Feliz Dia dos Ex-namorados

Feliz Dia dos Ex-namorados

Hoje, Dia dos Namorados, resolvi revirar meu passado. Guardo, numa velha pasta escondida, as lembranças de um tempo vivido. Remexer é recriar. Reviver. Ressignificar dores e amores adormecidos. Encontrei várias fotos. Lembranças de momentos. Não, não os havia esquecido, apesar de não estarem presentes no meu cotidiano.

A prostituta que me amava

A prostituta que me amava

Quando vim ao mundo, os ratos todos se mandaram, ficaram mudos. Foi por causa dos gritos de mamãe quando lacerei a sua forquilha. Não nasci na penumbra simplória de uma manjedoura, como fizera o Cristo, embora, todos do cortiço já se sentissem um tanto embrutecidos, bestializados, mais bichos do que a média ponderada da população.