Entrevistas do além: Marcel Proust entrevista Paulo Francis

Entrevistas do além: Marcel Proust entrevista Paulo Francis

A Revista Bula, depois de ter adquirido em um concorrido leilão a Tábua Ouija do filme “O Exorcista”, entrou em contato sobrenatural com o próprio Marcel Proust, em carne, osso e ectoplasma, que, relembrando seus tempos de jornalista, assinou contrato exclusivo como nosso correspondente do outro lado da vida. Em reunião de pauta comandada pelo médium meio médio ligeiro Ademir Luiz decidiu-se que o primeiro entrevistado seria o jornalista e escritor Paulo Francis.

A fantástica história da Livraria Cultura

A fantástica história da Livraria Cultura

Pode-se dizer que um livro é um objeto delicioso? Creio que sim. É o caso de “O Livreiro” (Planeta, 218 páginas), de Pedro Herz, o empresário que dirige a Livraria Cultura — talvez a melhor do Brasil. Trata-se de um pequeno tesouro. Pedro Herz, de 77 anos, conta como surgiu a livraria, que tem 70 anos, e como está se processando a sua modernização. A rede conta com 17 lojas, 1,5 mil funcionários, 5 milhões de clientes e 9 milhões de produtos.

As 500 melhores músicas de todos os tempos para ouvir gratuitamente

As 500 melhores músicas de todos os tempos para ouvir gratuitamente

A revista “Rolling Stone” é conhecida por seus respeitáveis rankings. Um dos mais famosos é o que nomeia as 500 melhores músicas de todos os tempos, publicado em 2004. À ocasião, 162 críticos foram ouvidos para realização da seleção. Apesar de a lista ter sido criada há mais de uma década, apenas recentemente todas as suas canções foram reunidas em uma Playlist, que pode ser ouvida gratuitamente.

O meu tipo de mulher lava, passa e sonha em dar o fora

O meu tipo de mulher lava, passa e sonha em dar o fora

O meu tipo de mulher faz supermercado, passeata, aborto clandestino e morre de septicemia. Para piorar as coisas, na opinião dos especialistas em excomungados, vai parar direto no inferno. Tenho uma linha direta com Deus, acredite. Ele me disse que a vida é que é um inferno; os homens, uma legião de demônios.

Viver é tentar ser feliz

Viver é tentar ser feliz

Eis o mistério da vida: viver é tentar ser feliz. Nessa persistente tentativa (a constante travessia de nós mesmos, como nos contou Sidarta, de Hermann Hesse) aprendemos a aceitar o que não podemos mudar; mas, também, entendemos que, apesar das intempéries da existência, é possível fazer mais e melhor — mesmo quando tudo parecer perdido e sem esperança: “os milagres sempre acontecem na vida de cada um e na vida de todos.

Eu e EU

Eu e EU

Eu não suporto essa mania dos blogueiros escreverem tudo na primeira pessoa. Inclusive, porque a mania deles está virando uma tendência perniciosa até no mundo literário. Dificilmente eu vejo um texto deles na terceira pessoa. É tudo “eu, eu, eu” — num impressionismo sem precedentes em nossas letras.

Confissões pornô épicas de Reinaldo Moraes

Confissões pornô épicas de Reinaldo Moraes

Para alguns Reinaldo Moraes é o Homero com quatro olhos, para outros é uma mistura de Vinicius de Moraes com Jesse Valadão. Mas uma coisa é certa: a vida do homem é uma epopeia, ou melhor, uma “Pauliceia Desvairada”. Jogou um “Tanto Faz” no biquinho dos franceses para depois ir descascar um “Abacaxi” na Grande Maçã. De volta ao Brasil, tirou a célebre fotografia da capa do disco “Todos os Olhos”, de Tom Zé, namorou a poeta cult Ana Cristina César, escreveu novelas em parceria com Mário Prata, apresentou programas de rádio, traduziu Burroughs, Bukowski, Pynchon, Cocteau e Edmund White.