15 músicas que são diamantes para os ouvidos

15 músicas que são diamantes para os ouvidos

A lista vai do samba ao rock, da valsa à música sertaneja. As composições não estão dispostas numa ordem de valor artístico intrínseco, de modo que a primeira, de acordo com a minha escala de julgamento, não é melhor do que a última. Apenas são composições da música popular brasileira de que gosto e a respeito das quais decidi escrever breves comentários, indicando sua ouvida ao leitor da Revista Bula.

70688
Afinal de contas, o ser humano está melhorando ou piorando?

Afinal de contas, o ser humano está melhorando ou piorando?

Na prática, estou mais presente no coração e na mente das pessoas do que o meu pai. Vê, por exemplo, a decapitação de detentos nos presídios do Brasil, a violação de mulheres pelos soldados nos acampamentos de refugiados na Europa, a colheita de cadáveres infantis nas praias da Turquia, a chuva de bombas sobre alvos civis na Síria, a pesca de imigrantes negros mortos no Mar Mediterrâneo.

As 15 melhores músicas brasileiras de todos os tempos

As 15 melhores músicas brasileiras de todos os tempos

Pedimos aos leitores e colaboradores que apontassem quais são as melhores músicas brasileiras de todos os tempos. Com o objetivo de dar maior amplitude à pesquisa foi adotada como critério a inclusão de apenas uma música por intérprete, já que alguns nomes, baseados na enquete, emplacariam mais de uma canção entre as 15 selecionadas. Discutível como qualquer lista de melhores, esta também não pretende ser abrangente ou definitiva e reflete apenas a opinião dos participantes.

55339
Toda a obra poética de Fernando Pessoa para download

Toda a obra poética de Fernando Pessoa para download

O portal Domínio Público disponibiliza para download a poesia completa de Fernando Pessoa. Embora sem uma ordem cronológica adequada e com edições repetidas, o acervo contempla toda a obra conhecida do poeta português. Fernando Pessoa nasceu em Lisboa, em junho de 1888, e morreu em novembro de 1935, na mesma cidade. É considerado, ao lado de Luís de Camões, o maior poeta da língua portuguesa e um dos maiores da literatura universal.

234769
Nunca abandone os seus pais. A vida não tem volta

Nunca abandone os seus pais. A vida não tem volta

Muita gente reclama da vida. Sim, vivemos tempos difíceis. Tempos de sorrisos falsos, hipocrisia alheia e palavras vazias. Também vivemos apressados, com a contínua sensação de que estamos perdendo tempo. É a fila do banco, o congestionamento do trânsito e a internet lenta. Dentro e fora do mundo virtual, há lamúrias e desesperança. As pessoas estão exaustas. Fala-se o tempo todo em desemprego, terrorismo e corrupção. Nas redes sociais, as pessoas são incapazes de debater um assunto sem ser estúpidas.

9752
A última entrevista de Nelson Rodrigues

A última entrevista de Nelson Rodrigues

Aos 66 anos de idade, morando em um apartamento em Copacabana, de frente à avenida Atlântica, o velho Nelson apresenta-se com o mesmo tom debochado e exagerado de sempre. Impondo a sua presença e aquele seu jeito peculiar e característico de se expressar e de se fazer entender: olhar insondável e apático; voz grossa e embolada; gestos vagarosos e ornamentais como os de um peixe colorido num aquário. Sem deixar, portanto, de esboçar certo entusiasmo e de exibir uma imagem de opulência física de causar inveja a qualquer um. Apesar de estar com a saúde um tanto quanto abalada, uma vez que ainda se recupera de uma colite ulcerática, doença essa que por pouco não o matou.

7363
As 20 melhores canções da história do blues

As 20 melhores canções da história do blues

O crítico de música inglês, Nick Wall, compilou uma lista daqueles que seriam os maiores clássicos da história do blues tradicional. A lista, que está em ordem classificatória, cobre o período de 1912 a 1970. A lista traz clássicos como Robert Johnson, Muddy Waters, John Lee Hooker, Bessie Smith, Elmore James, Bone Walker, Vera Hall e Mississippi John Hurt. A menção honrosa, ao final, ficou por conta da Revista Bula, não fazendo parte da lista de Nick Wall.

12948