Será falta de fair play arrancar sua cabeça e usá-la como bola?

Será falta de fair play arrancar sua cabeça e usá-la como bola?

Isso aqui não é a Reader’s Digest. Leitores sem estômago para a leitura devem sair agora ou se calar para sempre (pelo menos, até o último parágrafo). Vou começar escrevendo como faria um velho escriba que não sou. Provenho de uma época em que se jogava futebol na rua, rachas no terrão do lote baldio ou cu-de-boi sobre a laje fria de uma sepultura (juro pelas chagas de Cristian & Ralf), descalço, chutando qualquer coisa que fosse redonda, inclusive uma bola de cobertão, que era mais bem tratada que uma mulher: com muito carinho, cuspe no bico e sebo de vaca nos gomos.

207
As Crônicas de Gelo e Fogo são literatura menor e a série Guerra dos Tronos é diversão descartável

As Crônicas de Gelo e Fogo são literatura menor e a série Guerra dos Tronos é diversão descartável

A história é conhecida. Uma série estreia. Faz sucesso de crítica. Começa a chamar atenção do público. Torna-se fenômeno pop. Domina a internet. As críticas negativas são rechaçadas com violência. Duas opções se desenham: a série é esticada desnecessariamente ou a série termina na hora certa. A série acaba. O último episódio é muito comentado. O interesse pela série começa a esfriar. Os DVDs da série entram em promoção no bacião de refugos das Lojas Americanas. A série é lembrada de vez em quando. Outra série entra no lugar daquela. Começa tudo de novo.

3542
41 perfis do Instagram para apreciadores de arte

41 perfis do Instagram para apreciadores de arte

As redes sociais podem ser, ao mesmo tempo, um vasto mar de inutilidades e perda de tempo ou um oceano de conhecimento e conteúdos relevantes. Dependerá, sobretudo, daquilo o expectador busca. O Instagram talvez seja uma boa síntese dessa ideia. De fotos de pessoas em trajes sumários a frases motivacionais, de gatinhos e cãezinhos fofinhos a notícias cotidianas, de artistas profissionais e amadores às maiores galerias de arte do mundo. Essa é uma das flexibilidades da rede de imagens.

Faça o bem, em silêncio

Faça o bem, em silêncio

Um vídeo no Facebook despertou minha atenção: no metrô, um grupo filmou o amigo cedendo o lugar para uma idosa. Até aí, tudo bem — mesmo sendo um direito da senhora, não custa nada ser gentil. Porém, ao final do vídeo, o bom samaritano vai ao encontro dos amigos e é recebido com festa. Seu gesto foi celebrado como um feito heroico!

1404
Como se tornar o idiota da selfie

Como se tornar o idiota da selfie

Enquanto seguro meu garfo cheio de um suculento macarrão, me belisco e olho para o lado, apenas para checar se aquele momento de divindade gastronômica é real. Imediatamente desejo não ter me virado. A cena bizarra se repete novamente: uma moça bonita aciona a câmera frontal do celular e o estica frente a seus seios fartos, realçados por um vestido a vácuo, enquadrando-os junto a um prato de sobremesa. Ao longo da última hora, aquele deveria ser o quinquagésimo autorretrato (sou do tempo em que “fotinha” era retrato).

11508
Para ser feliz, curta o lance de viver

Para ser feliz, curta o lance de viver

Certa vez, um paciente me falou que queria parar de tomar todos os seus remédios, pois estava cansado de engolir diariamente os comprimidos da pressão alta, do diabetes, do colesterol e do hipotireoidismo. Após explicar-lhe a importância de seguir o seu tratamento, perguntei por que ele estava pensando nisso. “É difícil ser feliz com tantos problemas”, ele me respondeu.

1655