Seja quem você é e não o que os outros esperam que você seja

Seja quem você é e não o que os outros esperam que você seja

Despedidas surgem sem aviso prévio. Corações são partidos. Por aí, muita gente fica sozinha. A solidão é uma coruja que surge na noite escura. Ela repousa na janela de nosso sono e fica ali, à espreita. Enquanto dormimos, a ave soturna vigia nossos sonhos. Muitas pessoas ficam sós, e assim pretendem ficar, por opção consciente e resoluta. Porém, há almas solitárias que voam por estrelas perdidas, à procura de outra alma também sedenta de amor.

Para ajudar a destruir um mundo pior

Para ajudar a destruir um mundo pior

Todos da equipe acordaram com aquele gostinho de sangue na boca. Era como se tivessem chupado um stent enferrujado a noite inteira. Isso parecia até piada, pois eles demonstravam não possuir coração algum dentro do peito, somente ideias mirabolantes. Enquanto dormiam, feriram-se nos lábios de tanto sonharem com um mundo pior. Nada era tão ruim que não pudesse ser piorado. Um deles sofreu um choque anafilático ao morder a própria língua. Não lamentei. O acidente foi merecido.

Pior do que o amor que acaba é o amor que vira do avesso

Pior do que o amor que acaba é o amor que vira do avesso

A gente ama. Ama loucamente. Com todos os poros e células, com cada gota de sangue, de suor e lágrima. Ama com unhas e dentes. Ama tudo de alguém, assim, sem porquês, sem saída ou explicações convincentes. Encontra o amor para perder a razão, o discernimento, o senso comum e tantas outras coisas. Quando nos lançamos à sorte daqueles que amam, raramente nos protegemos das intempéries. Acontece que, às vezes, o amor é marquise, outras, tempestade em alto mar.

90 livros clássicos em língua portuguesa para download gratuito

90 livros clássicos em língua portuguesa para download gratuito

Uma compilação com 90 obras, entre autores brasileiros e estrangeiros, escolhidas entre os 50 mil títulos disponíveis no portal Domínio Público. A lista, traz desde livros seminais, formadores da cultural ocidental, como “Arte Poética”, de Aristóteles, até o célebre “A Metamorfose, de Franz Kafka, considerado uma marco da literatura tcheca e um dos livros mais influentes do século 20, além de clássicos brasileiros e portugueses.

Carta à vagina

Carta à vagina

O mundo é machista. Não estou militando, não estou nem reclamando, mas é. São os fatos. Mulheres são machistas. Constatação que não é novidade, mas é real. Se um marido dá em cima de uma mulher X, e ela deixa: ela é uma puta. Se uma esposa, dá em cima de um homem solteiro: ela é uma puta. Gostaria de entender. Gostaria que eles entendessem.

As 50 melhores falas da história do cinema

As 50 melhores falas da história do cinema

Perguntamos aos leitores, seguidores do Facebook e Twitter: quais as melhores falas do cinema em todos os tempos. Mais de 3 mil participantes responderam a enquete. A partir da opinião dos convidados, sintetizamos a lista reunindo as 50 frases mais citadas. A lista traz desde clássicos absolutos como O Poderoso Chefão, Cidadão Kane e “Casa­blanca”, até blockbusters como a franquia o “Ex­terminador do Futuro” e “Stallone Cobra”. A compilação está publicada na ordem decrescente, de 50ª à 1ª, com uma tradução aproximada, já que o contexto em que as falas foram ditas determina em muito o seu significado, sobretudo para as que têm duplo sentido. O resultado não pretende ser abrangente ou definitivo e corresponde apenas à opinião das pessoas consultadas.

Hermann Hesse: o guru dos hippies

Hermann Hesse: o guru dos hippies

O Sul da Alemanha, a partir do século 17 até meados do século 20, era fortemente influenciado pelo pietismo, o maior movimento reformista dentro do protestantismo europeu após a Reforma Protestante. Os pietistas, profundamente crentes, conservadores e intransigentes a tudo quanto era novo, levavam o conteúdo da Bíblia ao pé da letra e eram, por isso, considerados ortodoxos dentro do protestantismo. Foi neste ambiente que, em 2 de julho de 1877, nasceu e passou a sua infância e parte da adolescência Hermann Hesse, o mais lido escritor alemão do século 20. Perscrutar a vida desse autor não é tarefa rotineira e quem a enceta deve estar ciente de que, caso tiver percepção para os sentimentos mais intrínsecos da alma humana, acaba perscrutando a si mesmo.