20 livros para morrer antes de ler

20 livros para morrer antes de ler

A existência humana é um paradoxo. É longa suficiente para ouvir várias vezes às dezoito horas de música magistral do ciclo operístico “O Anel de Nibelungos”, de Wagner, mas curta demais para ler inteira a série de livros “Guerra dos Tronos”. Portanto, para te ajudar a não desperdiçar sua existência, a Revista Bula apresenta uma lista de obras literárias para morrer antes de ler. Afinal, a vida e a paciência são curtas.

1331
As 10 melhores baladas roqueiras de todos os tempos

As 10 melhores baladas roqueiras de todos os tempos

Pedimos aos leitores da Revista Bula que votassem nas dez melhores baladas roqueiras de todos os tempos. “Tá bom, mas, o que você chama de balada roqueira, meu chapa?”, muitos devem estar se perguntando, provavelmente, cheios de desconfiança, empáfia e ironia. Baladas roqueiras são canções suaves, melosas, com nuance romântica e certo balanço, interpretadas por bandas ou astros do rock and roll. São tréguas musicais para se tomar um fôlego, pois essa história de ouvir rock, de sacudir o esqueleto, de pular feito um insano num show da banda predileta cansa pra caramba. Todo roqueiro com pedigree almeja chocar os caretas, desafiar o status quo e mudar o mundo no grito ou com riffs de guitarra.

1585
Todo mundo precisa crer em algo. Creio que vou tomar um vinho

Todo mundo precisa crer em algo. Creio que vou tomar um vinho

Ninguém precisa ser sommelier, enólogo, enófilo ou metido a besta para curtir as delícias que o vinho oferece. Beber vinho é permitir sentir que cada taça traz uma sensação, que provoca coisas diferentes. É simplicidade, é respeitar o paladar, o olfato. Ir navegando entre o gosto e o desgosto, até entender qual combina com você. No final, descobrimos que um bom vinho mesmo é aquele que nos agrada e ponto.

6233
10 cervejas nacionais para experimentar antes de morrer

10 cervejas nacionais para experimentar antes de morrer

Há quem diga que é moda, há quem diga que elas vieram para ficar. A verdade é que o mercado de cervejas artesanais no Brasil cresceu muito, no contra–fluxo de uma crise econômica e política que se instaurou no país. Um reflexo de que as pessoas estão procurando mais qualidade, quando se trata de um produto que é uma paixão nacional. O Brasil é o terceiro maior mercado de cervejas do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da China. O mercado artesanal, mesmo em franco crescimento, ainda possui uma fatia de apenas 1% do mercado brasileiro.

6154
O poema perdido de Fernando Pessoa

O poema perdido de Fernando Pessoa

Fernando Pessoa é uma mina de diamante inesgotável. Quando se acredita que não há mais nada a descobrir, aparece alguma coisa, e relevante. Agora, surge um novo e belo poema, pelas mãos do advogado brasileiro José Paulo Cavalcanti Filho. O biógrafo do bardo português adquiriu um “livro de autógrafos”, no qual, durante uma travessia marítima, em 1918, o adolescente José Osório de Castro Oliveira (1900-1964) colhia recordações de seus companheiros de viagem.

1740
A deliciosa sensação de estar sozinho e sentir-se verdadeiramente feliz

A deliciosa sensação de estar sozinho e sentir-se verdadeiramente feliz

Enquanto enchia minha farta taça de vinho pela segunda vez, já com os dentes e lábios roxos, dei-me conta de que a mesa a que me sentava estava vazia, exceto por mim. Na cozinha também havia ninguém, assim como em todo o apartamento. Sequer música se podia ouvir. Eu estava só e engolida pelo silêncio. Por um segundo, incomodou-me um pouco que a ideia de que alguém, vendo aquilo, pudesse concluir ser um momento de solidão abandonada. O ato de beber sozinho carrega a história de escritores decadentes e amores de insucesso, conferindo ao álcool um comportamento ambíguo: consumido em grupo, serve para brindar a vida; já em isolamento, serve para afogar as mágoas.

33797
A última entrevista de Graciliano Ramos

A última entrevista de Graciliano Ramos

De quem o romancista teria herdado, então, o gosto pela literatura? Talvez do avô paterno, cujo retrato desbotado costumava admirar no álbum que se guardava no baú, e de quem admite que tenha recebido em legado “a vocação absurda para as coisas inúteis”. De sua mãe, o espírito infantil recolheu esta impressão: “Uma senhora enfezada, agressiva, ranzinza, sempre a mexer-se, várias bossas na cabeça mal protegida por um cabelinho ralo, boca má, olhos maus que em momentos de cólera se inflamavam com um brilho de loucura”, ente difícil que na harmonia conjugal “se amaciava, arredondava as arestas, afrouxava os dedos que batiam no cocuruto, dobrados, e tinham a dureza de martelos”.

3815
‘Muita gente falando de amor e pouca gente sabendo amar’

‘Muita gente falando de amor e pouca gente sabendo amar’

Será mesmo que porta-retratos eternizam famílias felizes? A resposta é não. Claro que não! Momentos não são definidos por imagens, fotografias. Imagens captam, sim, nossos semblantes, porém nossa alma jamais. Hoje, infelizmente, há uma inversão de valores. Preferimos dar amor às imagens, preferimos curtidas (a cada foto que postamos) a um abraço verdadeiro ou um momento a sós com as pessoas reais que vivem em nosso lar, em nossa realidade.

10720
‘Falta amor no mundo, mas também falta interpretação de texto’

‘Falta amor no mundo, mas também falta interpretação de texto’

Que me perdoem os analistas de funções, tabelas, números complexos e logaritmos, mas desenvolvi uma teoria baseada em nada além do que meus próprios olhos e ouvidos vêm testemunhando há tempos: considerável parte do desamor que paira hoje no mundo se deve à incapacidade de interpretação de texto. Sim, senhores. A incompreensão da Língua tem deixado as línguas (e os dedos frenéticos que navegam pelos teclados) mais intolerantes, emburrecidos e inacreditavelmente loucos.

10753
As lutas de Muhammad Ali não eram apenas lutas. Eram espetáculos… artísticos

As lutas de Muhammad Ali não eram apenas lutas. Eram espetáculos… artísticos

Muhammad Ali é aquele tipo de homem único, o que se costuma chamar, na falta de palavras adequadas, “uma força da natureza”. Trata-se do indivíduo que, com sua força de vontade ímpar, move e remove montanhas. Muda o mundo, ainda que apenas na sua área, mas conectando outras mudanças, com seu comportamento entre agressivo e diferenciado. Com suas posições firmes no mundo do boxe — tão corrupto quanto qualquer outra atividade —, com sua negritude exacerbada, mais pessoal do que política e ideológica, pôs o mundo (dos brancos?) aos seus pés.

1450
Os 10 melhores poemas brasileiros de todos os tempos

Os 10 melhores poemas brasileiros de todos os tempos

Pedimos aos leitores e colaboradores que apontassem os poemas mais significativos de autores brasileiros em todos os tempos, independentemente de gêneros ou correntes literárias a que pertenceram. O resultado não pretende ser abrangente ou definitivo e corresponde apenas à opinião das pessoas consultadas. Por motivo de direitos autorais, alguns poemas tiveram apenas trechos publicados.

20266
250 mil imagens de obras de arte em alta resolução para download gratuito

250 mil imagens de obras de arte em alta resolução para download gratuito

O Rijksmuseum, um dos maiores museus da Europa, dedicado à artes e história, disponibilizou para apreciação on-line ou download, parte de seu gigantesco acervo. São aproximadamente 250 mil obras. Durante a era de ouro das navegações, período da História compreendido entre 1584 e 1702, quando navios holandeses dominavam as rotas mercantes do globo e o país se transformou na primeira potência capitalista do ocidente, a crescente burguesia demandava uma vasta produção de retratos e pinturas, florescendo o comércio, a ciência e, sobretudo, as artes. Poucos países tiveram tamanha produção artística e com tal qualidade como a Holanda desse tempo.

124523
474 livros de arte para download gratuito

474 livros de arte para download gratuito

O Metropolitan Museum of Art, de Nova York, um dos maiores e mais importantes museus do mundo, disponibilizou parte de suas publicações para download gratuito. São 474 livros. As obras disponibilizadas compreendem todo o período da história da arte — ressaltando as características artísticas distintivas e influentes, classificando as diferentes formas de cultura e estabelecendo a sua periodização. Os livros estão disponíveis para download no formato PDF ou podem ser lidos on-line.

174504
Os 10 melhores poemas dos últimos 200 anos

Os 10 melhores poemas dos últimos 200 anos

Pedimos aos leitores e colaboradores que apontassem, entre poemas conhecidos de autores brasileiros e estrangeiros, quais são, em suas opiniões, os melhores publicados nos últimos 200 anos. Mais de 3 mil participantes responderam a enquete. A partir da opinião dos convidados, sintetizamos a lista reunindo os dez poemas mais citados. Os poemas estão classificados de acordo com o número de votos que obtiveram. Dois poetas brasileiros estão na lista: Carlos Drummond de Andrade, Ferreira Gullar. Por motivo de direitos autorais, alguns poemas tiveram apenas trechos publicados. O resultado não pretende ser abrangente ou definitivo e corresponde apenas à opinião das pessoas consultadas.

43269
22 livros que são diamantes para o cérebro

22 livros que são diamantes para o cérebro

Livros, bons livros, são verdadeiros diamantes para o cérebro ou, se se quiser, para a alma. Aliás, até maus livros, se bem lidos, se tornam pelo menos uma vistosa bijuteria. Nesta lista, idiossincrática como qualquer outra, menciono livros que, em geral, foram editados no Brasil há alguns anos. Mas poucos estão fora de catálogo. Os que estão podem ser encontrados em sebos — caso da obra-prima “Paradiso”, romance do Lezama Lima. Quando Fidel Castro for um rodapé na história de Cuba, daqui a 55 anos, Lezama Lima permanecerá sendo lido.

206120
Pecados, demônios e tentações em Chaves

Pecados, demônios e tentações em Chaves

O ator, escritor e diretor mexicano Roberto Gómez Bolaños, morto em 2014, apelidado, num exagero quase perdoável, de Chespirito, ou “Pequeno Shakespeare” à mexicana. Ele é o criador de uma das mais sutis, brilhantes e temíveis representações do inferno em qualquer das artes: o seriado “Chaves”. Se, conforme ensinou Baudelaire, “a maior artimanha do demônio é convencer-nos de que ele não existe”, podemos concluir que esse mesmo demônio não iria apresentar seus domínios por meio de estereótipos: escuridão, chamas, tridentes, lava. Em “Chaves”, verdadeiramente, “o inferno são os outros”.

61221
Meu encontro com Bud Spencer

Meu encontro com Bud Spencer

Encontrei-o apenas uma vez. Foi em San José, Costa Rica. Eu acabara de regressar ao hotel. Estávamos sedentos e ansiávamos por um copo d’água. Ninguém na recepção. Nenhuma viva alma no enorme hall. O bar, oposto à recepção, fechado. Num grupo de homens, no meio do salão, vejo um deles de costas para mim, baixo, gordo, pescoço curto, nuca de touro e um copo d’água na mão esquerda. Com a mão direita gesticulava à italiana. Conheço este camarada de algum lugar, pensei. Nesse momento o homem gira o seu pesado corpanzil de forma que me foi possível vê-lo de perfil. Reconheci-o.

738
‘Amigo é um pedaço de ti que não nasceu contigo’

‘Amigo é um pedaço de ti que não nasceu contigo’

“Casa arrumada (interior revigorado).” Alguém bate à porta. No corredor, tenho a sensação de que a noite será boa. Abro a porta, dou boa noite! Recebo — sem cerimônia — a alegria, a risada, a filosofia barata, o papo cabeça, o choro… Enfim, recebo toda a harmonia que pode ser colocada dentro da palavra felicidade. Detalhe: a felicidade chegou disfarçada de amigos!

1166