10 bibliotecas públicas inusitadas e belas

10 bibliotecas públicas inusitadas e belas

Durante 18 anos o fotógrafo Robert Dawson percorreu o Estados Unidos fotografando bibliotecas públicas em 47 Estados, do Alasca à Flórida, da Nova Inglaterra a Califórnia as fotografias mostram que, mais do que uma casa de livros e leitura, as bibliotecas públicas funcionam como verdadeiros centros comunitários que oferecem cursos, acesso gratuito à internet, assistência na busca de um emprego ou apenas um lugar quente para se abrigar. O resultado do projeto é o livro, “Public Library: A Photographic Essay” (Princeton Architectural Press, 29 euros), lançado no mês de maio, que celebra a importância das bibliotecas públicas na vida das pessoas; mas, também traz uma triste constatação: apesar de ainda existirem 17 mil bibliotecas públicas nos Estados Unidos, elas estão em extinção. Eram 40 mil na década de 1980.

Martin Scorsese lista 39 filmes que julga fundamentais

Martin Scorsese lista 39 filmes que julga fundamentais

O cineasta Colin Levy pediu a ao diretor Martin Scorsese uma lista de filmes fundamentais, que poderiam ajudá-lo a melhorar seus trabalhos. O diretor de “Touro Indomável” listou 39 filmes. Ele optou por mencionar filmes alemães, franceses, italianos e japoneses. O jornal “Público” avalia que “o realizador parece também não ter querido que as suas escolhas abarcassem o cinema mais contemporâneo. Os filmes mais antigos da lista são ambos de 1922 — ‘Nosferatu, o Vampiro’, de F. W. Murnau, e o ‘Doutor Mabuse’, de Fritz Lang —, e o mais recente, ‘O Casamento de Maria Braun’, de R. W. Fassbinder, é de 1979”. Scorsese lista 11 filmes italianos e franceses, 10 alemães e sete japoneses. Ele lista três filmes de Jean-Luc Godard, Akira Kurosawa e Rainer Werner Fassbinder.

Nós e nosso eterno delírio da perfeição

Nós e nosso eterno delírio da perfeição

Ela veio de longe. Chegou caminhando firme, segura, decidida. Trazia em sua bagagem os mistérios do céu e da terra, os códigos secretos, os novos mandamentos, as fórmulas dos alquimistas reveladas. E os entregaria à primeira pessoa que se mostrasse capaz de pequenos gestos de grandeza, demonstrações simples de cuidado com o outro, meras amostras de humanidade e ternura. Era um anjo em forma de moça, enviado das altas esferas ao seio do nosso convívio terreno. Sua missão era muito simples. Polvilhar de poesia divina o nosso bolo humano crescido nas obrigações diárias, confeitado sem grandes cuidados por mãos grossas de pressa e desilusão, como em velhas e empoeiradas padarias de rodoviária.

Se um dia eu morrer, me enterrem com aquele terno de grife que o Dalai Lama me deu

Se um dia eu morrer, me enterrem com aquele terno de grife que o Dalai Lama me deu

Coincidências acontecem o tempo todo. Por exemplo: hoje, eu não quero escrever; hoje, vocês não querem ler. Pronto. Estamos empatados. Viram? Simples assim. Acontece. Por sinal, as coincidências sucedem de tal forma que muita gente debita os ocorreres do acaso a uma espécie de predileção divina, como se os deuses estivessem se divertindo ao nos ferrarem ou, ao contrário, como se eles realmente se interessassem pelos nossos ais. Ora, haja paciência e carneiros no céu! Aquilo ali em cima é apenas uma nuvem em movimento, seus tolos! Está comprovado: os raios e os IDH pífios (Índices de Desenvolvimento Humano) podem cair, sim, nos mesmos lugares. Ou seja, a eletricidade, a estatística, o espiritismo e a pobreza de espírito explicam um quase tudo nessa vida.

Recado a quem já se sentiu só

Recado a quem já se sentiu só

Uma hora, lá pelas tantas do dia, da noite, da vida, você vai sentir solidão. Acontece com toda gente. Do bebê mais intocado, chorando um instante de falta da mãe, ao velho mais rescaldado remoendo seus mortos, contando suas saudades em fila indiana, todos haveremos de nos sentir sós.O casal na manhã de seu amor havia pouco sonhava uma cerimônia de casamento, escolhia convidados, mobiliava a casa imaginária, batizava seus filhos que ainda virão.

Os 10 maiores cantores da música popular brasileira em todos os tempos

Os 10 maiores cantores da música popular brasileira em todos os tempos

Provocamos os nossos leitores a palpitarem quais seriam os 10 maiores cantores de música popular brasileira em todos os tempos. Para garantir a prolixidade da enquete, os critérios, além de confusos, foram inúmeros. Afinal, nossos leitores são espertos, diferenciados, ávidos como o cão, fissurados em polêmica. Para início de conversa, a pesquisa valia apenas para os cantores populares, de qualquer período da história, ambos os sexos, vivos ou mortos. O critério mais relevante dizia respeito à qualidade vocal em si: timbre, potência e técnica.

Porque um dia estaremos mais perto uns dos outros

Porque um dia estaremos mais perto uns dos outros

Um dia estaremos mais perto uns dos outros. Não importa quando e nem como. Mas nós seremos mais próximos do que somos hoje. Nesse dia, estaremos para além de qualquer classificação superficial. Seremos mais que certos ou errados, pobres ou ricos, brancos ou pretos ou vermelhos e amarelos, homens ou mulheres, novos ou velhos. Mais que tudo isso, seremos simples pessoas mais próximas.Ainda que distantes na geografia, guardaremos em nós a lembrança ou o desejo do encontro. E o encontro nada mais será que um pedido assentido e sincero de compreensão.