Os 10 melhores filmes de amor da história do cinema

Os 10 melhores filmes de amor da história do cinema

O amor nunca sai de moda. Desde o início da história do cinema ele é representado nas telonas, seja em romances, filmes policiais, de horror ou comédias. A Bula decidiu rememorar as produções cinematográficas que abordam o amor em seus enredos e reuniu as melhores delas em uma lista. A seleção é baseada em outras semelhantes publicadas por sites e revistas estrangeiras.

Para quem já passou pelo desgosto de chorar a morte de um cão

Para quem já passou pelo desgosto de chorar a morte de um cão

Era amor. Era uma dor diferente, assim, de média para grande, se é que me entendem. Para todos os efeitos, a dor firme e forte. Não era a perda de um parente, de um amigo, de um colega de trabalho. Era o fim da velha fidelidade canina, uma coisa difícil de explicar, um sentimento de afeto mais legítimo do que o de algumas pessoas que eu cria fossem confiáveis.

As 100 maiores canções da história do jazz

As 100 maiores canções da história do jazz

A rádio online Jazz24, que faz parte da rádio pública americana KNKX, e a organização National Public Radio (NPR) realizaram uma enquete mundial com o intuito de eleger as 100 melhores canções de jazz de todos os tempos. Ao todo, 1500 canções foram citadas por cerca de 10 mil participantes. As 100 mais votadas foram reunidas em uma lista, que pode ser ouvida gratuitamente no Spotify.

Os 21 lugares mais bonitos do Brasil

Os 21 lugares mais bonitos do Brasil

Você já conferiu na Bula uma lista com as 20 cidades mais bonitas do Brasil. No entanto, dessa vez decidimos ir além das áreas urbanas, e perguntamos aos leitores quais os lugares mais deslumbrantes do país. A enquete considerou paisagens naturais, monumentos e construções arquitetônicas. Entre os pontos turísticos mais votados estão locais paradisíacos, como a Baía dos Golfinhos, localizada na Praia da Pipa, no Rio Grande do Norte.

A fantástica história da Livraria Cultura

A fantástica história da Livraria Cultura

Pode-se dizer que um livro é um objeto delicioso? Creio que sim. É o caso de “O Livreiro” (Planeta, 218 páginas), de Pedro Herz, o empresário que dirige a Livraria Cultura — talvez a melhor do Brasil. Trata-se de um pequeno tesouro. Pedro Herz, de 77 anos, conta como surgiu a livraria, que tem 70 anos, e como está se processando a sua modernização. A rede conta com 17 lojas, 1,5 mil funcionários, 5 milhões de clientes e 9 milhões de produtos.

Aplicativo do Google analisa selfie e mostra com qual obra de arte famosa você se parece

Aplicativo do Google analisa selfie e mostra com qual obra de arte famosa você se parece

O aplicativo Google Arts & Culture, do projeto “Google Art Project”, permite que usuários descubram os seus “sósias” em retratos exibidos em museus. O app analisa selfies e em seguida informa a obra de arte com a qual a imagem mais se assemelha. Além, é claro, do autor e onde ela pode ser encontrada. O recurso está disponível gratuitamente nos Estados Unidos. No entanto, um truque permite que ele também seja utilizado no Brasil.

100 lugares que todos deveriam conhecer, segundo os principais especialistas em viagens do mundo

100 lugares que todos deveriam conhecer, segundo os principais especialistas em viagens do mundo

O site “Business Insider” pediu a vinte blogueiros, escritores e editores dos sites de viagens “Lonely Planet”, “Suitcase” e “Airbnb” que escolhessem cinco pontos turísticos essenciais. O resultado foi reunido em uma lista, com cem atrações imperdíveis de todos os cantos do planeta. Da montanha ao mar, do campo à cidade, de culturas orientais às ditas ocidentais, a lista contempla destinos para todos os gostos e interesses.

As 10 melhores músicas de Elton John

As 10 melhores músicas de Elton John

O jornalista e crítico Jeremy Allen realizou uma seleção com as melhores músicas do pianista, cantor, compositor e produtor britânico Elton John. A lista foi publicada pelo jornal britânico “The Guardian”, e contempla canções de diferentes momentos da carreira do artista. A primeira colocada é “Your Song”, seguida de “Rocket Man” e “Bennie and the Jets”. A Bula reuniu todas as músicas em uma playlist no Spotify.

50 frases antológicas do Barão de Itararé

50 frases antológicas do Barão de Itararé

Apesar do título real, Apparício Fernando de Brinkerhoff Torelly, o Barão de Itararé, não era membro da nobreza. O jornalista e escritor era apenas um homem disposto a fazer humor com tudo e todos, inclusive com a política — o que lhe rendeu o título de pioneiro no humorismo político brasileiro. Para relembrar as suas frases mais gloriosas, o site República dos Bananas listou 50 aforismos geniais de Torelly.

As 20 cidades mais bonitas do Brasil

As 20 cidades mais bonitas do Brasil

A Bula realizou uma enquete com os seus leitores para descobrir quais as cidades mais bonitas do Brasil. Os locais mais votados foram reunidos em uma lista, com 20 destinos turísticos nacionais indispensáveis. Apesar de algumas capitais terem sido lembradas, como Curitiba, no Paraná, e Rio de Janeiro, no Rio de Janeiro; a maior parte dos destinos são pequenas cidades. Alguns destaques são Diamantina, em Minas Gerais; e Pomerode, em Santa Catarina.

As 40 palavras mais belas da língua portuguesa

As 40 palavras mais belas da língua portuguesa

Pedimos aos leitores e colaboradores da Revista Bula que apontassem as palavras mais bonitas da língua portuguesa. Mais de 5 mil participantes responderam a enquete. Obviamente que listas são sempre incompletas, idiossincráticas. Sabe-se que, como a percepção, a opinião — que é a base da maioria das listas —, é algo individual. O resultado não pretende ser abrangente ou definitivo e corresponde apenas à opinião das pessoas consultadas.

Tirem as crianças da sala: As 10 séries mais picantes da Netflix

Tirem as crianças da sala: As 10 séries mais picantes da Netflix

A Netflix ainda não dispõe de conteúdos adultos em seu catálogo, no entanto, algumas de suas séries são completamente proibidas para crianças. A Bula reuniu algumas delas em uma lista, que têm em comum cenas longas e despudoradas de sexo. Pesquisas empíricas indicam que elas são as maiores responsáveis pelo constrangimento de filhos que estão assistindo TV quando os pais surgem na sala.

A tragédia nos humaniza, nos iguala e nos une na dor

A tragédia nos humaniza, nos iguala e nos une na dor

O tempo diz muito, mas, não é o senhor absoluto. A morte, essa sim, é quem põe as cartas na mesa. Hanna quis se refrescar, dar um mergulho e morreu afogada numa cachoeira em Alto Paraíso. Queria tanto matar a morte. Queria tanto escutar um tango, me embebedar, me enveredar na vastidão de um pesadelo com início, meio e fim. Afinal, quanto mais sonho, mais valente eu fico.

Todas as músicas dos Rolling Stones em ordem cronológica

Todas as músicas dos Rolling Stones em ordem cronológica

O site especializado em cultura “Open Culture” reuniu todas as músicas da banda britânica de rock “Rolling Stones” em uma playlist gratuita, disponível no Spotify. Ao todo são 613 canções em ordem cronológica: “(I Can’t Get no) Satisfaction” (1965) a “Blue and Lonesome” (2016). Juntas, elas correspondem a mais de 44 horas. Para ouvir a lista de reprodução é necessário possuir registro no serviço, que possui opção de assinatura gratuita.

Sete motivos para amar Romero Britto

Sete motivos para amar Romero Britto

Num país cada vez mais dividido e cheio de incertezas, existe uma unanimidade: todo mundo adora odiar o Romero Britto. O artista plástico pernambucano é culpado por tudo de ruim que acontece no Brasil: dengue, chicungunha, febre amarela, golpe, impeachment, 7 a 1, ignorância política e truculência nas redes sociais. Será que Romero Britto merece mesmo todo esse discurso de ódio pra cima dele? Eu tenho certeza que não.

Apesar do estudo, você não passa de uma mulher

Apesar do estudo, você não passa de uma mulher

Não parece, mas, o mundo está melhorando. Eu não. Eu continuo piorando um pouco mais a cada dia, graças a Deus. Nunca houve tanto feminicídio no Brasil? Equívoco. Penso que, nunca antes na história deste país (eu e minhas paráfrases tolas), a violência contra as mulheres foi tão repudiada, inclusive, pelos homens, seus algozes milenares.

O dia em que Sebastião Salgado me disse não

O dia em que Sebastião Salgado me disse não

Desde sempre apaixonado pelo trabalho do Sebastião, liguei para a agente dele em Paris e disse à moça que queria comprar uma ampliação. Tratava-se de um lindo clique (como todos do mestre): uma menina, segurando um tabuleiro repleto de maçãs do amor, ao lado de uma prostituta. Foi tirada no período andino do fotógrafo.

As 10 piores músicas de 2017

As 10 piores músicas de 2017

Quando o assunto é gosto musical nem sempre é fácil entrar em um consenso. Por isso, a Bula decidiu ouvir a opinião de quem realmente entende do assunto: os ouvintes. Perguntamos aos nossos leitores quais são as piores músicas de 2017. As dez mais votadas foram reunidas em uma lista, que contempla hits de diferentes estilos musicais lançados a partir de janeiro.

Marcel Proust entrevista Fernando Pessoa

Marcel Proust entrevista Fernando Pessoa

Sempre nas altas rodas aristocráticas e altas esferas celestiais, Marcel Proust entrevista o poeta português Fernando Pessoa. Eis um verdadeiro encontro de titãs múltiplos: de um lado uma pessoa que é uma catedral, do outro uma pessoa que é uma legião. Com vocês, na série Entrevistas do Além, o legitimo Questionário Proust com o Fernando em pessoa, psicografado em javanês pelo meio médium ligeiro Ademir Luiz.

Os 10 melhores livros brasileiros de 2017

Os 10 melhores livros brasileiros de 2017

A Bula pediu aos seus leitores e colaboradores que escolhessem os melhores livros da literatura nacional lançados em 2017. Os dez mais votados foram reunidos em uma lista, que contempla obras de diferentes gêneros. Como é o caso do romance policial “Presos no Paraíso”, de Carlos Marcelo; os contos e memórias de Sérgio Sant’Anna, reunidos no livro “Anjo Noturno”; e a autoficção “Como se me fumasse”, do escritor Marcelo Mirisola.

Os 10 melhores livros de 2017

Os 10 melhores livros de 2017

A Bula pediu aos seus leitores e colaboradores que apontassem os melhores livros de 2017. Os dez mais votados foram reunidos em uma lista, sem critério classificatório. Apesar de a seleção levar em conta apenas livros lançados em território nacional a partir de janeiro deste ano, as versões originais de algumas publicações são de anos anteriores, como é o caso de “Manual da Faxineira”, de Lucia Berlin, lançado nos Estados Unidos em 2015.

Woody Allen: filmografia comentada

Woody Allen: filmografia comentada

Poucos cineastas encarnaram a teoria do “auteur” cinematográfico quanto Allen. Especialmente depois que o ator-roteirista-diretor percebeu que poderia usar o cinema para algo além de contar piadas (muito) engraçadas. Woody tem um repertório de temas que o interessam como artista e como ser humano, e usa seus filmes para trabalhar e retrabalhar esses temas. O estudo de sua obra por completo revela a constância dessas obsessões e a evolução da abordagem que Allen vem dando a elas.

25 livros que são diamantes para o cérebro de crianças e adolescentes

25 livros que são diamantes para o cérebro de crianças e adolescentes

Bons livros para crianças e adolescentes — a chamada literatura infanto-juvenil — são eternos e, mais, podem ser lidos por adultos com igual prazer. Muitos livros, mesmo de qualidade mediana, se tornaram clássicos. As obras de Monteiro Lobato, Alexandre Dumas, Irmãos Grimm, Ruth Rocha, Lygia Bojunga, Ana Maria Machado, H. C. Andersen não morrem jamais. São para sempre. “Meninos da Rua Paulo”, de Ferenc Mólnar, para ficar num exemplo, é um clássico universal e atemporal.

Os 50 melhores livros da história da literatura

Os 50 melhores livros da história da literatura

Para se chegar ao resultado fizemos uma compilação de listas publicadas por jornais, revistas e sites especializados em listas, mercado editorial e livros. O objetivo da pesquisa era identificar, baseado nestas listas, quais eram os melhores livros da história da literatura. Algumas das listas pesquisadas incluíam apenas romances, outras — livros não ficcionais. Algumas traziam apenas obras do século 20, outras — obras seminais, formadoras da cultural ocidental. Após a seleção das listas, criamos uma base de dados para que todos os livros fossem pontuados igualmente independentemente do gênero ou período em que foi escrito.

22 livros que são diamantes para o cérebro

22 livros que são diamantes para o cérebro

Livros, bons livros, são verdadeiros diamantes para o cérebro ou, se se quiser, para a alma. Aliás, até maus livros, se bem lidos, se tornam pelo menos uma vistosa bijuteria. Nesta lista, idiossincrática como qualquer outra, menciono livros que, em geral, foram editados no Brasil há alguns anos. Mas poucos estão fora de catálogo. Os que estão podem ser encontrados em sebos — caso da obra-prima “Paradiso”, romance do Lezama Lima. Quando Fidel Castro for um rodapé na história de Cuba, daqui a 55 anos, Lezama Lima permanecerá sendo lido.

As 20 melhores músicas da história do reggae

As 20 melhores músicas da história do reggae

A Bula reuniu em uma lista as melhores canções de reggae de todos os tempos. A seleção foi inspirada em um ranking do radialista inglês Nick Wall, e reúne os grandes hinos do estilo musical. A primeira colocação é ocupada por “Exodus” (1977), interpretada pela banda ícone do reggae Bob Marley & The Wailers. Já o segundo lugar ficou a cargo de “Black Woman” (1978), hit da também lendária Judy Mowatt; seguida de “Poor and Needy” (1983), de Misty in Roots.

Carregue somente o que for necessário. Viver é fazer escolhas

Carregue somente o que for necessário. Viver é fazer escolhas

Não há nada pior do que a falta de inspiração para quem gosta de escrever. Entregue à possibilidade de que nenhuma ideia sairia daqui de dentro, desencanei da crônica que precisava fazer. Horas mais tarde, fui tomar um picolé. Sentada à mesa da padaria, saboreei minha pequena felicidade e ainda ganhei de presente uma frase que veio escrita no palito de madeira: “Se o mundo pode te mudar, você também pode mudar o mundo”.

Segura na mão de Deus, mas não muito

Segura na mão de Deus, mas não muito

Amanda foi das poucas garotas que cogitei me amarrar. Já tinha até ficado com outras mais chamativas. Mas quando acontece a tal da química, não tem acordo: a pessoa é aquela e ponto. Certos disso iniciamos uma conversa séria sobre viver sob o mesmo teto. Eu sabia o que queria, no meu pensamento então era casar logo. No padre, no civil, tudo bonitinho. Só que a Amanda achava besteira.