Livros

10 livros sul-americanos para ler em um dia (ou dois)

10 livros sul-americanos para ler em um dia (ou dois)

Desafios intimistas, caracterizados por propostas feitas para superar limites pessoais, tais como esportes radicais, dentre eles, rafting, escalada, rapel, voo livre, paraquedismo, skate, só para citar diferentes modalidades, são motivos para novos encontros íntimos, de descoberta de capacidades por nós desconhecidas. É bom para quem gosta! Nem todo mundo deseja se aventurar em desafios extremos e perigosos. Existem outros ambientes — mais seguros e essencialmente distintos — que, também, promovem sensações tão estimulantes e intensas.

Ler faz bem. Mas rir é o melhor remédio

Ler faz bem. Mas rir é o melhor remédio

A obra dá uma ressuscitada em um estilo que parecia dormente nos últimos tempos: o esculacho literário, em que já brilharam Ambrose Bierce, H. L. Mencken, Robert Benchley, Woody Allen (sério que você só conhece o Woody Allen cineasta e nunca leu um livro dele? Ah, vá) e, aqui no Brasil, Campos de Carvalho e ele, o primeiro e único — Millôr, claro.

Irmãos siameses: livro resgata a história do pacto entre a Stálin e Hitler

Irmãos siameses: livro resgata a história do pacto entre a Stálin e Hitler

O pacto durou dois anos, e não foi rompido por Stálin, e sim por Hitler, em 1941. As forças militares da Alemanha pegaram as União Soviética, por assim dizer, com as calças na mão. O soviético havia sido alertado por espiões, mas parece não ter levado a sério o que informaram. Parecia confiar em Hitler, embora fosse um dos seres mais desconfiados (e paranoicos) da história política global.

10 livros para deixar 2021 mais leve

10 livros para deixar 2021 mais leve

Depois de um ano tão turbulento, a necessidade de fazer 2021 um pouco mais leve é urgente. Para ajudar, a Bula reuniu em uma lista dez ótimos livros que devem estar na sua lista de leitura este ano. As obras selecionadas são agradáveis e breves, ideais para serem lidas antes de dormir ou em outros momentos de relaxamento.

Um Amor Anarquista, de Miguel Sanches Neto

Um Amor Anarquista, de Miguel Sanches Neto

No final do século 19, um grupo de anarquistas italianos deixou o porto de Gênova para criar a primeira colônia anarquista da América. Escolheram uma pequena cidade do interior do Paraná, onde fizeram vários experimentos, entre eles o do amor livre. Em 2005, Miguel Sanches Neto contou esta história em “Um Amor Anarquista” que, depois de três edições, estava fora de catálogo. Agora, pela coleção Guarda, a Grua Livros traz de volta o romance.

A brutal história do poeta que Stálin matou

A brutal história do poeta que Stálin matou

O gigante Stálin, no enfrentamento com o julgamento histórico, hoje é anão. Mandelstam, que era pequeno (até no físico), agora é um gigante. E, quanto mais passa o tempo, Stálin vai ficando ainda menor e Mandelstam, cada vez maior. Os ditadores, que devoram os homens que resistem, acabam por serem devorados pela história.

A história de um grande amor que derrotou o stalinismo na União Soviética

A história de um grande amor que derrotou o stalinismo na União Soviética

O historiador britânico Orlando Figes, ao visitar o Memorial, em Moscou, decidiu examinar o conteúdo de três baús. No menor, descobriu 1246 cartas trocadas entre os jovens Lev Glebovich Mishchenko e Svetlana (Sveta) Alexandrovna, durante oito anos e meio, de 1946 a 1954. Eram cartas de amor. Lev estava em Pechora, um campo de trabalho forçado, no Círculo Ártico, onde cumpria uma pena de dez anos sob acusação, falsa, de que havia espionado para os alemães durante a Segunda Guerra Mundial.

Os 12 melhores livros brasileiros de 2020

Os 12 melhores livros brasileiros de 2020

Trabalhar com literatura no Brasil é um desafio, mas há escritores que continuam resistindo, publicando obras admiráveis ao longo dos anos. A Revista Bula realizou uma enquete entre os meses de agosto e dezembro, com o objetivo de descobrir quais são, segundo os leitores, os melhores livros brasileiros publicados em 2020, em todos os gêneros.