Livros

Paulo Rónai, a história do judeu húngaro que a cultura e o Brasil salvaram do nazismo

Paulo Rónai, a história do judeu húngaro que a cultura e o Brasil salvaram do nazismo

O judeu Pál Rónai nasceu na Hungria, em de abril de 1907, e renasceu Paulo Rónai no Brasil em 1941. Pál e Paulo são a mesma pessoa — o húngaro que se tornou brasileiro. “O Homem Que Aprendeu o Brasil — A Vida de Paulo Rónai” (Todavia, 379 páginas), de Ana Cecilia Impellizieri Martins, é um livro notável sobre um indivíduo que deve ser tratado como um homem-civilização.

A obra completa de Machado de Assis para download gratuito

A obra completa de Machado de Assis para download gratuito

Machado de Assis nasceu em 21 de junho de 1839, é considerado, ao lado de Guimarães Rosa, o mais importante escritor brasileiro. Poeta, romancista, cronista, dramaturgo, contista e crítico literário, testemunhou a Abolição da Escravatura e a mudança política no país quando a República substituiu o Império. Morreu em 29 de setembro de 1908, aos 69 anos.

Os 15 melhores livros da Coleção Vaga-lume

Os 15 melhores livros da Coleção Vaga-lume

A Coleção Vaga-lume se tornou a principal referência literária de pelos menos três gerações de crianças e jovens. Para relembrar as suas publicações mais marcantes, a Bula realizou uma enquete com os leitores. Os livros mais votados foram reunidos em uma lista. Entre as obras que integram a seleção, estão: “A Turma da Rua Quinze” (1990), de Marçal Aquino; e “A Ilha Perdida” (1973), de Maria José Dupré.

Os 100 melhores livros de não-ficção de todos os tempos

Os 100 melhores livros de não-ficção de todos os tempos

A Revista Bula reuniu em uma lista os cem melhores livros de não-ficção de todos os tempos, classificados pelo site The Greatest Books. O ranking foi criado a partir de outras publicações sobre obras-primas da literatura não ficcionais. Os dez primeiros colocados são acompanhados de suas sinopses, adaptadas das originais, divulgadas pelas editoras.

Os 100 melhores livros de todos os tempos

Os 100 melhores livros de todos os tempos

A Revista Bula reuniu em uma lista os 100 melhores livros de todos os tempos, classificados pelo site The Greatest Books. O ranking foi criado a partir de 128 outras listas sobre as maiores obras-primas da literatura. Os dez primeiros colocados são acompanhados de suas sinopses, adaptadas das originais, divulgadas pelas editoras.

Delegado do Dops revela que ditadura queimou militantes da esquerda

Delegado do Dops revela que ditadura queimou militantes da esquerda

O delegado do Dops Cláudio Antonio Guerra admite, no livro “Memórias de uma Guerra Suja” (Topbooks, 291 páginas), depoimento colhido pelos repórteres Marcelo Netto e Rogério Medeiros, que matou e incinerou várias pessoas, relata casos de torturas contra presos políticos, faz revelações sobre a morte do delegado Sérgio Paranhos Fleury, conta que os homens do porão mantinham ligações com artistas, inclusive da TV Globo, indica que o Ministério Público Federal compactuou com a violência do regime.

Toda a obra poética de Fernando Pessoa para download

Toda a obra poética de Fernando Pessoa para download

O portal Domínio Público disponibiliza para download a poesia completa de Fernando Pessoa. Embora sem uma ordem cronológica adequada e com edições repetidas, o acervo contempla toda a obra conhecida do poeta português. Fernando Pessoa nasceu em Lisboa, em junho de 1888, e morreu em novembro de 1935, na mesma cidade. É considerado, ao lado de Luís de Camões, o maior poeta da língua portuguesa e um dos maiores da literatura universal.

15 livros para descobrir ou redescobrir em 2020

15 livros para descobrir ou redescobrir em 2020

Em um ano tão turbulento como 2020, a literatura é uma das melhores armas a serem usadas contra a desesperança. Para ajudar os leitores, a Bula reuniu em uma lista 15 ótimas indicações para descobrir ou redescobrir esse ano. A seleção abrange obras aclamadas de diferentes épocas e nacionalidades, que surpreendem o leitor e valem a (re)leitura.

Ética do Livro: os 13 Mandamentos

Ética do Livro: os 13 Mandamentos

Emprestar um livro é, antes de tudo, um ato de desprendimento. Quem empresta uma obra literária, um volume de filosofia ou técnico, uma peça ou um ensaio de divulgação científica está ajudando a difundir o conhecimento ou ao menos divertindo alguém. Existe algo de nobre até mesmo em emprestar o mais lamentável dos best-sellers de fórmula. Contudo, nem sempre a recíproca é verdadeira. Muitas vezes quem pega emprestado não respeita o voto de confiança que recebeu.