Filmes

Lista dos 100 melhores filmes do século 21, segundo a BBC

Lista dos 100 melhores filmes do século 21, segundo a BBC

O comitê de cultura da BBC fez uma pesquisa para eleger os 100 melhores filmes lançados no século 21. O levantamento teve a participação de críticos, jornalistas, acadêmicos e curadores de cinema. Ao todo foram 170 participantes de todos os continentes, com exceção da Antártida. “Queremos provar que esse século nos deu filmes que perseverarão ao teste do tempo, que você continuará a pensar sobre e argumentar sobre se você pelo menos der a chance de assisti-los”, diz a BBC.

512
A lista definitiva dos 100 melhores filmes de todos os tempos

A lista definitiva dos 100 melhores filmes de todos os tempos

Diversos veículos de comunicação, nacionais e internacionais, produziram suas listas dos melhores filmes de todos os tempos. Nossa elegância impede de citar nomes, mas muitas não se sustentam. Basta lembrar que há listas com opções altamente questionáveis, como colocar “Um Sonho de Liberdade” em primeiro lugar ou incluir obras tecnicamente sofisticadas, mas com roteiros pobres como “Avatar”; ou ainda francamente descartáveis como “A Princesa Prometida”. Para corrigir essas distorções, a Revista Bula apresenta a lista definitiva dos 100 melhores filmes de todos os tempos.

6726
O evangelho segundo Godard

O evangelho segundo Godard

Jean-Luc Godard não tem fãs. Tem estudiosos. É como Hegel ou Kant, que não têm leitores, têm eruditos especializados. Ninguém lê “Fenomenologia do Espírito” ou “Crítica da Razão Pura” para matar tempo em uma tarde chuvosa. O mesmo acontece com alguns trabalhos de Godard, como “Filme Socialismo”, “Nossa Música” e agora com sua experiência com a tecnologia 3D “Adeus à Linguagem”. Nem sempre foi assim. Assisti-lo já foi moda obrigatória entre os jovens que se consideraram politizados. O que incluía multidões e mais multidões nos anos 1960. Não assistir filmes como “O Desprezo”, “A Chinesa” e, sobretudo, “Acossado” era estar fora da rodinha de conversa na faculdade e nos bares da moda. Hoje, tudo mudou. É preciso razões acadêmicas, profissionais ou gosto pela cinefilia para alguém se dispor a vê-los.

Juventude não tem aspas, nem velhice é ponto final. É nas reticências que a vida se move

Juventude não tem aspas, nem velhice é ponto final. É nas reticências que a vida se move

Terça feira chuvosa e fria, numa cidade habitualmente quente. O cenário era praticamente um convite para assistir a um dos filmes exibidos numa Mostra local de Cinema, que ocorria naquele período. Talvez não uma comédia dramática, de produção chinesa, numa sessão que adiaria o almoço, mas, como minha restrita disponibilidade de horário não me oferecia muitas opções, acabei superando o estranhamento inicial daquela sinopse e, na companhia de meu marido e filho de 11 anos, me aventurei pela sala de cinema.

Os 10 melhores filmes de 2015

Os 10 melhores filmes de 2015

Fim de ano chegou, está na hora da lista dos melhores de 2015. O ano foi mais diverso que a previsão inicial, com ótimos filmes em vários gêneros. Um dos destaques foram as continuações: “Mad Max” e “Star Wars”, talvez, fizeram os melhores de cada franquia. E não tem jeito, 2015 foi mesmo das ficções científicas. Desde as mais badaladas até as mais discretas, nos forneceram novas ideias e perspectivas, até sobre o mesmo tema, como “Chappie” e “Ex-machina”. Alguns chegaram tarde (Bidman, Whiplash e Frank) e já receberam seus prêmios em 2014. E pra completar, as gratas surpresas, como “Que horas ela volta?” e “Divertida Mente”, dois filmes delicados e apaixonantes.

Consertando Star Wars — A Ascensão do Império

Consertando Star Wars — A Ascensão do Império

Um filme inteiro com Darth Vader perseguindo e destruindo jedis pela galáxia. Lord Vader como um poderoso cyborg e não como um homem combalido, sombra de si mesmo, com muito custo mantido vivo em sua armadura-prisão. Seria épico! Foi essa apoteose nerd que George Lucas nos negou na trilogia prólogo de Star Wars. Nessa reimaginação da saga promovida pela Revista Bula, depois de “A Guerra dos Clones” e “A Conversão Sombria”, chegamos ao seu último episódio, onde Darth Vader faz exatamente isso: persegue e destrói jedis pela galáxia.