Filmes

Os 100 melhores filmes de todos os tempos, segundo os leitores da Revista Bula

Os 100 melhores filmes de todos os tempos, segundo os leitores da Revista Bula

Para se chegar ao resultado fizemos nove enquetes (em períodos diferentes) com a mesma pergunta: Qual o melhor filme de todos os tempos? Treze mil participantes — leitores, seguidores do Facebook e Twitter — responderam a pergunta. Obviamente que listas são sempre incompletas, idiossincráticas. Sabe-se que, como a percepção, a opinião — que foi a base de todas as listas —, é algo individual. O resultado não pretende ser abrangente ou definitivo e corresponde apenas à opinião das pessoas consultadas.

Os 10 atores mais bonitos da história

Os 10 atores mais bonitos da história

Para se chegar ao resultado fizemos uma compilação de listas publicadas por sites especializados em listas sobre cinema e personalidades iconográficas. O objetivo da pesquisa era identificar, baseado nestas listas, quais eram os homens mais bonitas da história do cinema em todos os tempos. Participaram do levantamento as publicações: “Empire”, “Daily Mail”, “Esquire”, “Men’s Health”, “IMDb” “The Fresh Films”.

Os 100 momentos mais marcantes da história do cinema

Os 100 momentos mais marcantes da história do cinema

Em 2010, o crítico de cinema Roger Ebert, que morreu em 2013, divulgou uma lista de 100 grandes momentos do cinema que agradou em cheio aos cinéfilos. Embora ele não os tenha numerado, pois não é um ranking, acrescentamos os números para facilitar o trabalho de quem quiser confrontar as informações com o que mostram os filmes. Considerado um dos mais influentes críticos americanos, Ebert era dotado de admirável capacidade de observação. Suas escolhas vão do mais espetaculoso, a corrida de bigas em “Ben-Hur”, ao detalhe mais sutil, a sombra da garrafa escondida em “Farrapo Humano”. Em muitos casos são minúcias que escapam à percepção de espectadores distraídos.

As 50 melhores falas da história do cinema

As 50 melhores falas da história do cinema

Perguntamos aos leitores, seguidores do Facebook e Twitter: quais as melhores falas do cinema em todos os tempos. Mais de 3 mil participantes responderam a enquete. A partir da opinião dos convidados, sintetizamos a lista reunindo as 50 frases mais citadas. A lista traz desde clássicos absolutos como O Poderoso Chefão, Cidadão Kane e “Casa­blanca”, até blockbusters como a franquia o “Ex­terminador do Futuro” e “Stallone Cobra”. A compilação está publicada na ordem decrescente, de 50ª à 1ª, com uma tradução aproximada, já que o contexto em que as falas foram ditas determina em muito o seu significado, sobretudo para as que têm duplo sentido. O resultado não pretende ser abrangente ou definitivo e corresponde apenas à opinião das pessoas consultadas.

Os 10 melhores filmes dos últimos 10 anos

Os 10 melhores filmes dos últimos 10 anos

Perguntamos ao leitores, seguidores do Facebook e Twitter: qual o melhor filme dos últimos dez anos (2005 a 2015). Mais 4 mil participantes responderam a enquete. A partir da opinião dos convidados, sintetizamos a lista reunindo os dez filmes mais citados. Os filmes estão classificados de acordo com o número de votos que obtiveram. O resultado não pretende ser abrangente ou definitivo e corresponde apenas à opinião das pessoas consultadas.

As 10 melhores ‘pegadas’ do cinema em todos os tempos

As 10 melhores ‘pegadas’ do cinema em todos os tempos

Bandalheiras à parte, o departamento de zoofilia do Ministério da Saúde me enviou aquela piada da formiguinha e do elefante, juntamente com uma mensagem dentro de uma garrafa de tubaína — a coisa veio flutuando num lamaçal de denúncias federais — requisitando uma lista contagiosa com as 10 melhores “pegadas” do cinema em todos os tempos. Por motivos religiosos, econômicos e sanitários — nunca antes na história desse país se viu tanto ateísmo, empréstimos consignados e sífilis — deveriam ser evitadas as cenas de bola-gato e de sexo com animais políticos.

Consertando Star Wars

Consertando Star Wars

George Lucas é o menos genial dos gênios do cinema. Na prática, ele dirigiu uma ficção científica mediana, “THX-1138” (1970), um bom filme adolescente, “American Graffiti — Loucuras de Verão” (1973), e uma fantasia espacial simples e brilhante que mudou para sempre a indústria cinematográfica, “Star Wars” (1977). Quase ganhou o Oscar de Melhor Filme e o de melhor Direção. Depois se tornou basicamente um produtor, um dos mais bem-sucedidos de todos os tempos, mas não mais um artista que se coloca à frente dos aspectos criativo dos filmes. A maior parte das qualidades do extraordinário “O Império Contra-Ataca” (1980) foram mais mérito do diretor Irvin Kershner do que de Lucas, ao passo que a maior parte dos lamentáveis defeitos do fraco “O Retorno do Jedi” (1983) foram mais culpa de Lucas do que do diretor Richard Marquand.