Diários do Aran

Os filmes mais obscuros de todos os tempos: Drácula de Andy Warhol

Os filmes mais obscuros de todos os tempos: Drácula de Andy Warhol

O ator alemão Udo Kier saiu, recentemente, caçando nordestinos em “Bacurau” para provar que todo gringo é uma criatura abominável e cruel. Mas muito antes disso, em 1974, para ser preciso, ele já era um aristocrata maligno em “Drácula de Andy Warhol”. O filme é tão obscuro que, até pouco tempo atrás, meus amigos cinéfilos ardiam de inveja e indignação quando eu dava aquela esnobada e contava que tinha visto o filme lá em Cássia, minha cidade natal.

Como Joe Biden virou um reptiliano zoófilo

Como Joe Biden virou um reptiliano zoófilo

O mundo é cheio de ideias esquisitas. Todas essas ideias são criadas pelo homo sapiens, um peculiar mamífero antropoide capaz de formular conceitos abstratos. É a sua glória e a sua tragédia. Nenhuma outra espécie animal se orienta por ficções ingênuas tipo “pátria”, “religião” e “ideologia”.

Pra quê escrever se ninguém lê?

Pra quê escrever se ninguém lê?

Sucesso literário é difícil em qualquer lugar do mundo e isso não tem a ver com a habilidade do autor. Há escritores muito bons que vendem pouco e escritores muito ruins que ganham uma bufunfa quando são adaptados por Hollywood. No Brasil, país pobre e desprovido de Hollywood, a coisa é mais difícil. O escritor tem de disputar o osso com militantes, marqueteiros e a MPB.

Como cancelar o Twitter

Como cancelar o Twitter

A Internet libertária e anárquica dos anos 90 não existe mais. A rede está tornando o mundo pior, mais burro, mais intolerante e mais injusto. As corporações multimilionárias e transnacionais que dominam a web dividem usuários em nichos não apenas por razões comerciais, mas também políticas.

Stálin, o estranho caso do facínora com fã-clube

Stálin, o estranho caso do facínora com fã-clube

O planeta Terra tem mais de 8 milhões de espécies diferentes, mas apenas uma delas mata por divergência de opinião. Tubarões devoram, serpentes picam e elefantes pisoteiam, mas só o homo sapiens extermina quem pensa diferente dele. Devido à sua natureza selvagem, a história humana tem uma grande coleção de sociopatas, mas poucos são iguais a Josef Stálin, o sucessor de Vladimir Lênin no comando da União Soviética.