Diários do Aran

Como vigiar os Watchmen

Como vigiar os Watchmen

Alan Moore é uma prima-doma e dá chilique cada vez que uma obra sua é adaptada ou ganha sequência. No caso de “Watchmen”, a encrenca vem de longe. Em 1984, Moore foi contratado para introduzir no Multiverso DC os personagens da editora Charlton Comics, recém adquirida pela DC.

Como fazer comentários

Como fazer comentários

Escrever “não vou nem ler”, “parei no título” e “não li e não gostei” não é exatamente um comentário. Imagine que Charles Darwin o encontre num coquetel e pergunte: “O que achou do meu livro, ‘A Origem das Espécies’?” e você responda: “Parei no título!”. Darwin ficaria tão desanimado que nunca mais escreveria nada, condenando todos nós a sermos macacos até hoje.

Como entender o Batman

Como entender o Batman

Escrevi aqui na Bula sobre o “Coringa” e um monte de gente saiu me xingando, mas a culpa é do Batman e não minha. Digo e provo. O Homem-Morcego justifica e explica o Coringa e, sem entender o herói, fica difícil curtir a história do vilão.

Como “Coringa” explica o fascismo

Como “Coringa” explica o fascismo

Nos Estados Unidos, o filme foi acusado de incitar desajustados sociais a promover massacres. A justificativa é que a maioria dos ataques em escolas foram perpetrados por brancos, celibatários e vítimas de bullying iguais ao Coringa. É o mesmo que dizer que quem assiste “O Iluminado” sai perseguindo a família com um machado. O mundo perdeu a noção do ridículo.

Como falar com uma feminista

Como falar com uma feminista

Alguns antropólogos defendem que as tribos isoladas, ou não contatadas, têm direito à autodeterminação e devem ser deixadas em paz. Sociólogos, por outro lado, acreditam que a interação entre os povos é o caminho para o progresso e isso só é possível por meio da comunicação. No caso da feminista, no entanto, é preciso muito cuidado e tolerância para que a relação seja positiva.

Como beber Jack Daniels

Como beber Jack Daniels

Semana passada, por exemplo. Semana passada, escrevi na Revista Bula um textinho sobre whisky. Nem bem a coisa tinha sido uploadada e a redação já estava cercada por uma multidão de aldeões com tochas e forcados gritando: “Justiça para o Jack Daniels! Dê-nos a cabeça do Aran!”

Como beber whisky

Como beber whisky

Antes de beber, compre o whisky. Algumas pessoas costumam entrar em lojas de bebidas e sair bebendo, mas isso dá encrenca. Por algum motivo misterioso, gente que bebe não tem credibilidade alguma com a polícia, enquanto os donos de loja têm bastante. Certifique-se, contudo, de que a loja realmente vende bebida. Tentativas de comprar whiskies em açougues ou petshops são mal sucedidas em 93% dos casos, diz pesquisa.

Como ganhar uma guerra de narrativas

Como ganhar uma guerra de narrativas

O escritor José de Alencar havia pedido um chá e uma bomba de chocolate. Ele pegou o doce e, antevendo o prazer de saborear a delícia, ficou com a boca aberta e o quitute parado no ar, com aquele olhar perdido que Iracema tinha ao contemplar o mar do Ceará. Nisso, ia entrando o fabuloso Machado de Assis com o não menos incrível Rui Barbosa.

Como assistir “Era uma Vez em… Hollywood”

Como assistir “Era uma Vez em… Hollywood”

No fundo, os protagonistas Rick Dalton (Leonardo DiCaprio) e Cliff Booth (Brad Pitt) são dois velhos cowboys em busca de redenção. O primeiro é um ator que já teve dias melhores na carreira. O segundo é o melhor amigo dele e também seu dublê exclusivo. O filme é um olhar nostálgico ao cinema e à TV dos anos 60, mas a trama é movida pela reação dos dois personagens — já meio ultrapassados — a um mundo em acelerada transformação.

Como fazer cara de indignado

Como fazer cara de indignado

Os braços devem permanecer cruzados à altura do peito, o pescoço esticado e a boca levemente torcida para baixo, com as sobrancelhas bem cerradas. Sorriso, nunca. Indignado não vê graça em nada. Se quiser variar a pose, pode enfiar os polegares nos pequenos bolsos do jeans, deixar as mãos estudadamente largadas e projetar o peito pra frente. Só a cara de invocado não muda.