Autor: Giancarlo Galdino

Aclamado pelo público, com reviravoltas do início ao fim, suspense policial na Netflix vai bagunçar a sua mente

Aclamado pelo público, com reviravoltas do início ao fim, suspense policial na Netflix vai bagunçar a sua mente

A premissa central de “Um Contratempo” chega às raias do simplório: um sujeito diz ser acusado de um crime que não cometeu e procura a melhor advogada da praça. Ela, por dever de ofício, mas também por vaidade — já que nunca perdeu um caso, como faz questão de ressaltar — e uma generosa porção de sadismo, exige conhecer a história em todos os seus detalhes mais abjetos (e o episódio é mesmo todo permeado pelas mais diferentes gradações de torpeza).

Candidato ao Oscar 2022 e considerado um dos melhores filmes de 2021, drama mexicano acaba de estrear na Netflix Divulgação / Netflix

Candidato ao Oscar 2022 e considerado um dos melhores filmes de 2021, drama mexicano acaba de estrear na Netflix

A condição feminina apresenta características que a diferem da vida dos homens, muitas vezes fonte de tantos dos conflitos a margear a existência das mulheres ao redor do mundo. “A Noite do Fogo”, da diretora salvadorenha-mexicana Tatiana Huezo, se esmera em averiguar como vivem as mulheres em povoados diminutos do interior do México, assolados pela ameaça constante — e muito vívida — dos cartéis do narcotráfico e das quadrilhas que sequestram e vendem mulheres, crianças inclusive.

Novo filme da Netflix refuta a aura de santa que paira sobre uma das personagens mais icônicas do século 20: Anne Frank

Novo filme da Netflix refuta a aura de santa que paira sobre uma das personagens mais icônicas do século 20: Anne Frank

“Anne Frank, Minha Melhor Amiga”, do diretor holandês Ben Sombogaart, refuta a aura de santa que até hoje paira sobre uma das personagens mais incensadas daqueles tempos sombrios. Aqui, Anne Frank é analisada sob a perspectiva de Hannah Goslar, tida como sua melhor amiga. Uma maneira encontrada por Sombogaart para reviver Frank como a garota cheia de sonhos que foi — e não como um espectro absurdo de perfeição.

O filme que todo mundo deveria assistir no primeiro dia do mês

O filme que todo mundo deveria assistir no primeiro dia do mês

Acreditando que o humor é a chave para se abrir as arcas mais secretas da humanidade, Vittorio De Sica — uma lenda do cinema ainda neste tempo, em que tudo é envolvido por um fumo de efemeridade — chega ao mais profundo do homem em “Ontem, Hoje e Amanhã”. Analisando a sociedade de pontos de vista ousadamente inéditos, De Sica entrega três filmes em um, cada qual com sua mensagem, todas reveladoras a seu modo.