Livros

10 atitudes típicas de um viciado em livros

10 atitudes típicas de um viciado em livros

Quanto mais se fala no fim do livro físico, mais aumenta o número de aficionados por livros. A dependência literária chega a ponto de causar síndrome de abstinência e leva o compulsivo a tomar atitudes estranhas, só para criar oportunidades de ficar mais tempo junto a seu objeto de desejos. Em tom de brincadeira, mas baseado em situações reais, foram alinhadas dez atitudes típicas de pessoas realmente viciadas em livros. Se você se enquadrar em seis itens ou mais, já é um caso grave da síndrome e precisa se internar numa clínica detox para bibliomaníacos.

Os 100 melhores livros de todos os tempos, a lista das listas

Os 100 melhores livros de todos os tempos, a lista das listas

Para se chegar ao resultado fizemos uma compilação de 15 listas publicadas por jornais, revistas e sites especializados em listas, mercado editorial e livros. O objetivo da pesquisa era identificar, baseado nestas listas, quais eram os 100 melhores livros da história. Algumas das listas pesquisadas incluíam apenas romances, outras — livros não ficcionais. Algumas traziam apenas obras do século 20, outras — obras seminais, formadoras da cultural ocidental. Após a seleção das listas, criamos uma base de dados para que todos os livros fossem pontuados igualmente independentemente do gênero ou período em que foi escrito. Nos casos de empate — e foram muitos — desempatamos atribuindo o valor mais alto ao livro que obteve o maior número de resultados no Google, numa consulta por autor e título.

Dance dance dance com o beat japonês

Dance dance dance com o beat japonês

Haruki Murakami é um escritor modernista. Ele buscar retratar o mundo japonês contemporâneo, num confronto ainda que um pouco velado entre o zen-budismo, (ideologia tradicional influente na formação da sociedade) e o capitalismo japonês, com seu consumo sem limites. Para isso ele se vale da cultura pop. Pop no sentido deleuziano, em que elementos da cultura popular de massa, (no caso, os rocks e as baladas que tocam no rádio e filmes de segunda linha, por exemplo), são buscados para se levantar questões mais profundas.

90 livros clássicos em língua portuguesa para download gratuito

90 livros clássicos em língua portuguesa para download gratuito

Uma compilação com 90 obras, entre autores brasileiros e estrangeiros, escolhidas entre os 50 mil títulos disponíveis no portal Domínio Público. A lista, traz desde livros seminais, formadores da cultural ocidental, como “Arte Poética”, de Aristóteles, até o célebre “A Metamorfose, de Franz Kafka, considerado uma marco da literatura tcheca e um dos livros mais influentes do século 20, além de clássicos brasileiros e portugueses.

Os 12 livros mais vendidos da história

Os 12 livros mais vendidos da história

Para se chegar ao resultado consultamos reportagens, entidades editoriais, empresas de pesquisas de mercado e publicações especializadas em livros. Embora não exista concordância sobre os números exatos do mercado de livros ao longo dos séculos, os levantamentos das publicações, instituições e empresas mencionadas, parecem ser o que mais se aproximam do consenso editorial.

Os 15 trechos mais belos da história da literatura

Os 15 trechos mais belos da história da literatura

Perguntamos aos leitores, seguidores do Facebook e Twitter: qual o seu trecho de livro favorito. Mais de 2 mil participantes responderam a enquete. A partir da opinião dos convidados, sintetizamos a lista reunindo os 15 trechos mais citados. Os trechos estão classificados de acordo com o número de citações que obtiveram. Gabriel García Márquez foi o único autor que teve dois trechos entre os mais citados. O resultado não pretende ser abrangente ou definitivo e corresponde apenas à opinião das pessoas consultadas.

A você, hipócrita leitor, meu igual, meu irmão (por supuesto!)

A você, hipócrita leitor, meu igual, meu irmão (por supuesto!)

Há algo de muito íntimo em receber um livro com dedicatória: nestes tempos dominados pelo computador e pela pressa, ler algo escrito de próprio punho por pessoa que se estima pode ser uma experiência rara e emocionante. E há sempre o prazer de tentar descobrir novos significados naquilo que a aparente simplicidade das palavras pode ocultar por tartufice.