Pode tirar o carrossel da chuva. A vida é montanha-russa

Pode tirar o carrossel da chuva. A vida é montanha-russa

Tudo certo e na mais perfeita paz. Cabelo domado, contas em dia e coração com afeto. Os amigos estão perto, o trabalho vai bem e o Wi-Fi não caiu. Fez sol e a roupa secou. No ônibus, geralmente lotado, há dois lugares vagos — um é seu e o outro do rapaz bonito que te olha com ternura. Em casa, mais tarde, a omelete que usualmente resulta em gororoba intragável sai perfeita. No whatsapp mensagem do novo amor, no e-mail confirmação da companhia de viagens sobre as férias no Caribe. Pela janela centenas de estrelas pintam de dourado a noite que encerra um daqueles dias que trazem a certeza de que a vida vale a pena.

2266
Os melhores livros de 2016

Os melhores livros de 2016

Gosto de livros e gosto de listas (no Tinder dos pares perfeitos, lista de livros empata com queijo Stilton acompanhado de vinho do Porto). Nada de muito estranho, acredito: há quem goste de aquários, boliche e até — livrai-me, Senhor, de tamanho vício — de viver sem álcool e tabaco. No geral, é uma vida sem sobressaltos; porém, eu diria que existem, claro, épocas de tumulto e mesmo de sangue, suor e lágrimas. Em dezembro, por exemplo, as listas dos melhores livros publicados no ano me fazem passar horas buscando-as em jornais e revistas do mundo todo e as lendo com obsessão de Iago — nada de limitações geográficas, amigos, o verdadeiro viciado é cosmopolita e pedante. Infelizmente, é uma lástima que, apesar de tantas listas acumuladas na cachola, eu não consiga me desasnar mesmo gastando os tubos para comprar os livros indicados.

Os 15 melhores duetos da música internacional em todos os tempos

Os 15 melhores duetos da música internacional em todos os tempos

Fizemos uma enquete com os leitores da Revista Bula para que eles escolhessem os melhores duetos da música internacional em todos dos tempos. Houve uma avalanche de canções memoráveis, muitas delas remanescentes dos discos de vinil, arrancadas do fundo do baú. Notem que todas as canções são cantadas na língua inglesa. Possivelmente, isso será um pecado, consequência natural da pífia divulgação dos repertórios cantados noutros idiomas pelas rádios brasileiras ao longo do tempo.

3131
Quatro novidades do mercado editorial que todo leitor precisa conhecer

Quatro novidades do mercado editorial que todo leitor precisa conhecer

Ptolomeu queria reunir todos os papiros escritos em sua Biblioteca de Alexandria. Gutenberg aposentou a pena e possibilitou a reprodução dos livros. Steve Jobs queria obsoletar o papel e colocar a Biblioteca de Alexandria no bolso. Grandes ou pequenas inovações que mudam a vida dos leitores surgem de tempos em tempos — selecionamos quatro recentes novidades que você não pode deixar de conhecer!

Ame todas as vezes como se fosse a última

Ame todas as vezes como se fosse a última

Final do ano chegando. Entre promessas, mandingas e orações, à zero hora do novo ano estamos a pedir encarecidamente a providência do sucesso. Fico pensando como deve ser tensa a galera do lado de lá, anotando milhares e milhares de pedidos, vindos de toda parte do planeta. Imagino uma imensa bolsa de valores. Gente ao telefone, gesticulando, correndo com suas cadernetas, desesperados, de um lado para o outro.

Que me perdoem os shakes de proteína, mas churro de doce de leite é fundamental

Que me perdoem os shakes de proteína, mas churro de doce de leite é fundamental

Quão politicamente incorreto é defender hambúrgueres e maldizer a rúcula em tempos de sedentarismo e doenças decorrentes da ingestão de besteiras a bel-prazer? Então priorize a saúde. Mexa o corpo. Evite enlatados, conservantes, corantes. Coma alface. E fibras. Beba água. Use filtro solar (ops, essa é outra história). Mas permita-se compensar o suor das aulas de jump com taças de vinho. Não há mal no torresmo de fim de semana. Se sentir algo diferente no peito, os invejosos dirão que é o miocárdio mandando um sinal. Explique que é só alegria.

6926
O Ministério da Saúde adverte: para viver bem é só ligar o foda-se!

O Ministério da Saúde adverte: para viver bem é só ligar o foda-se!

Já queimei o arroz, o couro cabeludo, os pés na areia quente, o corpo até dar bolhas. Já queimei foto do ex, o meu próprio filme, e a cabeça de tanto pensar. Queimei de ódio e de vergonha. Ah, queimei. Já saí sem hora para voltar, sem juízo, sem sutiã, sem perfume, celular, chave de casa, protetor solar. Já menti para a minha mãe quando disse que nunca fui a um baile funk, para o meu pai quando jurei que nunca tinha beijado, para o meu chefe quando supostamente adoeci na quarta-feira de cinzas.

40877