Autor: Edival Lourenço

99 coisas para fazer em 2019

99 coisas para fazer em 2019

A gente vem de um ano pesado e desgastante, e cansado de tudo o que a gente sofreu, torce para que o ano novo chegue logo, trazendo alguns ramalhetes de esperança. No entanto, para o bem de todos e felicidade geral da nação, o ano novo já apresenta seus primeiros raios no horizonte.

Carlos Drummond de Andrade: a eternidade faz 116 anos

Carlos Drummond de Andrade: a eternidade faz 116 anos

Nestes tempos de excesso de celebridades e de escassez de artistas, Carlos Drummond de Andrade é um vulto consistente que pontua com seu facho de luz o horizonte poético da língua portuguesa. As comemorações do Dia D de Drummond são sem sombras de dúvida um marco que ajuda a fixar a imagem do poeta e a disseminar sua obra no presente e na perspectiva das gerações futuras. “E como ficou chato ser moderno. Agora serei eterno. Eterno é tudo aquilo que vive uma fração de segundo. Mas com tamanha intensidade que se petrifica.”

100 coisas triviais para fazer durante a vida

100 coisas triviais para fazer durante a vida

Não tenha dúvidas: estamos vivendo o melhor momento da história da humanidade, apesar de todas as mazelas que presenciamos. E, para nós pessoalmente, estamos diante da única chance que teremos para viver. Então, não perca tempo com mimimis. No entanto, não fuja de suas responsabilidades em todos os aspectos da vida.

A velhice não é uma batalha, a velhice é um massacre

A velhice não é uma batalha, a velhice é um massacre

A velhice costuma trazer com ela combinações terríveis como, fraqueza nas pernas e vista curta para ver os declives, fraqueza nos ossos e predisposição para quedas e quebraduras, necessidade de remédios caros e pouco dinheiro, muita experiência e pouca diligência, muitos fatos acumulados e overdose de esquecimento.

20 momentos da literatura para renovar seu amor pelos livros

20 momentos da literatura para renovar seu amor pelos livros

Talvez não haja no mundo um objeto que tenha recebido mais apologias e homenagens do que o livro. O livro é o amigo de todas as horas, o que lhe responde a todas as perguntas, acumula informações, transfere conhecimentos de uma para outra geração. É o objeto capaz de mudar o homem e o homem muda o mundo. E assim por diante. Mas cada bom livro tem um trecho iluminado, aquele que nos pega e nos pega de jeito e faz a pele arrepiar, pela sua estética, pela verdade, pelo inusitado.