Autor: Felipe Feijão

Os desentocados

Os desentocados

Eles saem das tocas. Onde estavam esse tempo todo? E vão para junto do povo, pelo menos para junto dos grupelhos que conseguem reunir numa rua, numa casa de quintal grande, numa praça, numa quadra, num campinho, numa rodinha de cadeiras plásticas, numas fileiras de cadeiras, parecendo um culto, uma igreja — foram avisados, convidados previamente? E falam e gesticulam e sorriem.

A longa carta de desculpas

A longa carta de desculpas

Uma indiana escreveu uma carta para seu irmão. Até aí, tudo bem. Ou não. Quem hoje escreve cartas? Mas não foi qualquer carta. Foi um verdadeiro livro de 434 metros — alô Guinness Book. A notícia diz que o irmão teria ficado chateado por não ter recebido feliz dia dos irmãos da irmã, a emissária da missiva. Em busca de sanar o problema, a inspirada mulher resolveu relatar na longa epístola a trajetória dos dois e certamente aproveitou para se desculpar.