Previsão para ser feliz: beba mais vinho e coma a sobremesa antes do almoço!

Previsão para ser feliz: beba mais vinho e coma a sobremesa antes do almoço!

Serei feliz todos os dias! Nada irá abalar o meu lado positivo, mesmo que meu saldo entre no negativo. Meu cabelo ficará milagrosamente domado e sedoso. Conseguirei seguir à risca a dieta e fazer exercícios físicos cinco dias por semana. Vou aumentar a minha lista de amigos e encontrar tempo para todos os cafés e chopes com os amigos que eu já tenho. Estarei presente nas reuniões de família, nas bodas, nos aniversários, nos batizados e nos almoços de domingo.

1577
Abrace, beije, perdoe e agradeça. Neste fim de ano não economize sentimentos

Abrace, beije, perdoe e agradeça. Neste fim de ano não economize sentimentos

Quanta gente se foi esse ano… Quantos anos se foram em um só dia. Quantas vidas se despediram em fração de segundo. Quantos segundos se tornaram eternos. Quanta gente. Gente de perto e gente de longe. Gente importante para o mundo e gente que foi o mundo da gente. Caminhos pela metade. Uns ainda engatinhando. Outros, no final do percurso. Estrada cheia de vida pela frente. Vida já cansada de tanta estrada. O adeus agendado. A partida num piscar de olhos. O abraço que guardamos.

1835
Contagem regressiva para começar tudo outra vez

Contagem regressiva para começar tudo outra vez

Vai começar de novo. Põe a lentilha no arroz, joga o caroço da uva pra trás, pula sete ondas e pede bênção a Iemanjá. Arruma o armário, limpa a estante, organiza os arquivos do computador. Corta o cabelo, hidrata a pele. Compra vestido branco, lingerie vermelha, sapato amarelo e garante logo os três elementos para uma vida plena. Troca o lençol e a foto de perfil do Facebook. Faz revisão do carro, costura a saia rasgada, termina o livro largado no meio.

653
100 atitudes para tornar 2017 melhor do que 2016

100 atitudes para tornar 2017 melhor do que 2016

Dois mil e dezessete tem uma boa chance para ser, não melhor, mas menos pior do que o ano de 2016. Porque ultimamente temos andando na parte negativa do gráfico. No horizonte político, que dá o mapa do horizonte econômico, que por sua vez vai estabelecer o nível do humor e da satisfação geral, ainda está muito embaçado. Mas certamente um país novo e mais decente, com muitos ladrões na cadeia e menos corrupção em toda parte, começa a nascer dos escombros de 2016. É claro que os fatos são apenas os fatos. A importância deles vai depender dos valores que lhes atribuirmos.

1534
Neste natal, dê presentes que o dinheiro não pode comprar

Neste natal, dê presentes que o dinheiro não pode comprar

Coloque comida na boca de um adulto. Sorria para elevadores dentro de estranhos. Distribua os seus preciosos “Bom dia!” aos cavalos. Cavalgue de novo os sonhos alados da sua juventude. Escute as histórias que um homem velho tem pra contar. Cuide bem da sua saúde: perdoe um malfeitor. Desça da sua Land Rover e doe um pouco de sangue azul para quem anda enxergando a vida em preto-e-branco.

7433
Pode tirar o carrossel da chuva. A vida é montanha-russa

Pode tirar o carrossel da chuva. A vida é montanha-russa

Tudo certo e na mais perfeita paz. Cabelo domado, contas em dia e coração com afeto. Os amigos estão perto, o trabalho vai bem e o Wi-Fi não caiu. Fez sol e a roupa secou. No ônibus, geralmente lotado, há dois lugares vagos — um é seu e o outro do rapaz bonito que te olha com ternura. Em casa, mais tarde, a omelete que usualmente resulta em gororoba intragável sai perfeita. No whatsapp mensagem do novo amor, no e-mail confirmação da companhia de viagens sobre as férias no Caribe. Pela janela centenas de estrelas pintam de dourado a noite que encerra um daqueles dias que trazem a certeza de que a vida vale a pena.

2265
Os melhores livros de 2016

Os melhores livros de 2016

Gosto de livros e gosto de listas (no Tinder dos pares perfeitos, lista de livros empata com queijo Stilton acompanhado de vinho do Porto). Nada de muito estranho, acredito: há quem goste de aquários, boliche e até — livrai-me, Senhor, de tamanho vício — de viver sem álcool e tabaco. No geral, é uma vida sem sobressaltos; porém, eu diria que existem, claro, épocas de tumulto e mesmo de sangue, suor e lágrimas. Em dezembro, por exemplo, as listas dos melhores livros publicados no ano me fazem passar horas buscando-as em jornais e revistas do mundo todo e as lendo com obsessão de Iago — nada de limitações geográficas, amigos, o verdadeiro viciado é cosmopolita e pedante. Infelizmente, é uma lástima que, apesar de tantas listas acumuladas na cachola, eu não consiga me desasnar mesmo gastando os tubos para comprar os livros indicados.

1493