Sete dicas de Ernest Hemingway para escrever ficção

Sete dicas de Ernest Hemingway para escrever ficção

Ganhador do prêmio Pulitzer de Ficção e do prêmio Nobel de Literatura, Ernest Hemingway é considerado um dos escritores mais importantes do século 20. “Por Quem os Sinos Dobram”, inspirado em sua experiência como correspondente de guerra, e publicado em 1940, é considerado sua obra-prima. Hemingway nunca escreveu um tratado sobre a arte de escrever ficção. Ele deixou, no entanto, muitas passagens em cartas, artigos e livros com opiniões e conselhos sobre a escrita. Hemingway se matou em julho de 1961, aos 61 anos. Teria usado a mesma arma do pai, que sua mãe havia lhe enviado anos antes. Em 1984, o jornalista Larry W. Phillips compilou trechos dos ensinamentos de Hemingway sobre escrita no livro “Ernest Hemingway on Writing”. O site Open Culture reuniu alguns excertos do livro de Larry com sete percepções (e alguns comentários adicionais) sobre o ato de escrever do mítico escritor americano. Ei-las.

*Posição do jogo de baseball.
Tradução: Cynthia Feitosa.