Autor: Ademir Luiz

Os 10 maiores supervilões das histórias em quadrinhos

Os 10 maiores supervilões das histórias em quadrinhos

A heroica Revista Bula, em mais um serviço de utilidade pública, apresenta a sua lista dos dez mais procurados supervilões das histórias em quadrinhos. Usamos na elaboração dessa seleção dados ultrassecretos disponíveis no bat-computador, nos arquivos da SHIELD, da Interpol e no SPC. Vale ressaltar que não incluímos entidades cósmicas como Beyonder, Mephisto (o diabo da Marvel), Trigon (o Diabo da DC) e Galactus (ele não tem culpa de seu nutricionista incluir planetas em sua dieta). Portanto, queridos leitores, se encontrarem algum desses indivíduos na rua, no espaço ou em outras dimensões, não tente enfrentá-los. Deixe profissionais cuidarem disso. Liguem para o Moro.

578
Os maiores craques da história do futebol, depois de Biro-Biro

Os maiores craques da história do futebol, depois de Biro-Biro

Fazer listas de melhores de um esporte é um esporte por si só. A Revista Bula, na condição de publicação pentacampeã brasileira, tricampeã sul-americana e bicampeã mundial em arremesso de listas a distância, propõe agora a definitiva lista dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos. Depois de Biro-Biro, o mestre maior. Afinal, como diria Didi, o Mocó, treino é treino, jogo é jogo, e lista é lista.

2633
A verdadeira melhor Seleção Brasileira de futebol de todos os tempos

A verdadeira melhor Seleção Brasileira de futebol de todos os tempos

Nelson Rodrigues, o reacionário preferido dos diretores de teatro moderninhos, escreveu que “qualquer assunto, fora o futebol, já nasce morto”. Essa é a melhor resposta para a platitude “política, religião e futebol não se discute”. Afinal, futebol é política, futebol é religião, mas também é sociologia, antropologia, economia, história, geografia, física e estatística. A seleção de um país é o espelho desse país, em seus acertos e desacertos. Isso merece, pode e deve ser discutido.

1528
50 frases para lembrar os cinco anos sem Millôr Fernandes

50 frases para lembrar os cinco anos sem Millôr Fernandes

Qualquer pessoa relativamente informada sabe que Millôr não apenas inventou o frescobol como também inventou o avião, o relógio de pulso e o Paulo Francis. Mas como dizia o próprio mestre Millôr: “Antigamente a internet era risonha e franca”. Não mais. Porém, a incorruptível Revista Bula, munida de seu inabalável senso de justiça, por ocasião do quinto aniversário do passamento de Millôr, recupera cinquenta de suas mais geniais e geniosas frases.

4726
Secos e Molhados: a banda genial que só durou um verão

Secos e Molhados: a banda genial que só durou um verão

Muito tempo antes de Didi Mocó fazer sua célebre imitação do genial homem com H Ney Matogrosso, existiu uma banda que revolucionou a música brasileira. Na verdade, a banda ainda existe; discretamente, mas existe. No início da década de 1970, o Secos & Molhados, com seu nome de placa de empório de cidade pequena, conseguiu a façanha de passar de um conjunto udigrude performático experimental da noite paulistana para um imenso sucesso popular.

11151
Os 100 melhores filmes de todos os tempos

Os 100 melhores filmes de todos os tempos

Diversos veículos de comunicação, nacionais e internacionais, produziram suas listas dos melhores filmes de todos os tempos. Nossa elegância impede de citar nomes, mas muitas não se sustentam. Basta lembrar que há listas com opções altamente questionáveis, como colocar “Um Sonho de Liberdade” em primeiro lugar ou incluir obras tecnicamente sofisticadas, mas com roteiros pobres como “Avatar”; ou ainda francamente descartáveis como “A Princesa Prometida”. Para corrigir essas distorções, a Revista Bula apresenta a lista definitiva dos 100 melhores filmes de todos os tempos.

10018
A era dos ídolos medíocres

A era dos ídolos medíocres

Os medíocres sempre existiram em todas as atividades humanas, seja nos esportes, na política, nas religiões, nas ciências, na guerra ou na cultura. Estamos acostumados com eles. Em muitos casos são inofensivos ou mesmo necessários. A ameaça se revela quando se tornam dominantes, como é o caso no cenário cultural brasileiro. Podemos observá-lo em vloggers, blogueiros, socialites, literatos e cineastas, entre outros. Mas onde esse fenômeno se torna mais evidente é na música popular.

8965