As 10 melhores baladas roqueiras de todos os tempos

As 10 melhores baladas roqueiras de todos os tempos

Pedimos aos leitores da Revista Bula que votassem nas dez melhores baladas roqueiras de todos os tempos. “Tá bom, mas, o que você chama de balada roqueira, meu chapa?”, muitos devem estar se perguntando, provavelmente, cheios de desconfiança, empáfia e ironia.
Baladas roqueiras são canções suaves, melosas, com nuance romântica e certo balanço, interpretadas por bandas ou astros do rock and roll. São tréguas musicais para se tomar um fôlego, pois essa história de ouvir rock, de sacudir o esqueleto, de pular feito um insano num show da banda predileta cansa pra caramba. Todo roqueiro com pedigree almeja chocar os caretas, desafiar o status quo e mudar o mundo no grito ou com riffs de guitarra. Mas, não é só isso. Os rebeldes também amam.

Segue abaixo, para o êxtase dos admiradores da boa música que se faz no planeta, a seleção das dez melhores baladas do rock and roll em todos os tempos, de acordo com os leitores da Revista Bula. A lista vai gerar muita polêmica? Ótimo. Que os deuses do rock te ouçam. Adoramos polêmicas, embates de ideias em alto nível e aceitamos réplicas dos ouvidos mais atentos. A contestação, assim como o próprio rock, é uma diversão da qual não abrimos mão. Aproveitem.

Angie — The Rolling Stones (1973)


Crazy — Aerosmith (1993)

I’ll stand by you — The Pretenders (1994)

Is this love — Whitesnake (1987)

Love bites — Def Leppard (1987)

Love hurts — Nazareth (1975)

Nothing else matters — Metallica (1991)

Something — The Beatles (1969)

Still loving you — Scorpions (1984)

You Got It — Roy Orbison (1995)