As mulheres que ajudaram a criar o rock na década de 1950

As mulheres que ajudaram a criar o rock na década de 1950

Nomes como Chuck Berry, Elvis Presley, Little Richard e Jerry Lee Lewis são conhecidos como os grandes inventores do rock. Muitos acreditam que, para as mulheres, restou apenas o papel de fãs enlouquecidas. Mas, o projeto Women in Rock and Roll’s First Wave (Mulheres na Primeira Onda do Rock) propõe a desmistificação dessa ideia. O estudo é conduzido por Leah Branstetter, PhD em musicologia pela Case Western Reserve University, em Cleveland, Estados Unidos.

A pesquisa de Branstetter mostra que, na realidade, centenas de mulheres participaram da construção do rock. Não apenas trabalhando para gravadoras ou desenhando roupas de palco, mas principalmente cantando e escrevendo músicas. Nesse contexto, as que se tornaram bem-sucedidas e reconhecidas são exceções. Para dar visibilidade a todas essas mulheres, Branstetter escreveu suas biografias, entrevistou familiares e reuniu suas músicas em uma playlist, disponível no Spotify. 

A playlist reúne cantoras dos anos 1950 e 60, como Sparkle Moore, que foi comparada a James Dean e Elvis Presley; Lillie Bryant, cujos sons mais animados de R&B conquistaram os fãs do rock; e as Chantels, que formaram um dos primeiros grupos negros a ganharem atenção nacional. De acordo com Branstetter essas mulheres cantavam o que queriam, embora tenham crescido escutando que “garotas não cantam rock and roll”.

Para aqueles que desejam conhecer as figuras femininas da primeira onda do rock, a Revista Bula disponibiliza a playlist organizada por Leah Branstetter, com 38 músicas. Para ouvi-la, é necessário fazer um cadastro no Spotify e realizar login. Há opção de assinatura gratuita.

Clique no link para ouvir: Playlist reúne as canções das mulheres que ajudaram a criar o rock na década de 1950