21 frases impagáveis de Charles Bukowski

21 frases impagáveis de Charles Bukowski

Mais do que um grande escritor, um filósofo na prática, um vagabundo, um gênio, um bêbado imundo, um poeta angelical, um homem amado e um homem odiado. Entre relacionamentos intensos de pouco sentimento, entre empregos enfadonhos e recusas frequentes, entre sentimentos antigos de ódio e parricídio, entre um gole e outro.

Entre um gole e outro, Charles Bukowski transformava sua vida turbulenta em arte, suas tragédias em comédias e seus fracassos em sucessos. Foram seis romances escritos e diversos livros de contos e poesias que fizeram do “velho safado” uma grande inspiração dos excluídos, de quem vê a sociedade com olhos de remela e lágrimas e ódio e amor.

Bukowski viveu intensamente tudo o que escreveu e reunimos 21 aforismos, que retratam seu modo de pensar, fé, amizade, sexo e insanidade.

1 — Rabiscando em caixas de camisas durante dois dias de porre: quando o Amor se transforma num comando, o ódio pode transformar-se num prazer.

2 — Se você não jogar, jamais irá vencer.

3 — Pensamentos bonitos e mulheres bonitas jamais perduram.

4 — Você pode enjaular um tigre, mas jamais terá certeza que ele está domado. Com os homens a coisa é mais fácil.

5 — Se você quiser saber onde Deus está, pergunte a um bêbado.

6 — Não existem anjos em trincheiras.

7 — Nenhuma dor significa o fim da sensibilidade; cada uma de nossas alegrias é uma barganha com o diabo.

8 — A diferença entre a Arte e a Vida é que a Arte é mais suportável.

9 — Prefiro ouvir sobre um vagabundo americano vivo do que sobre um Deus grego morto.

10 — Não existe nada tão chato quanto a verdade.

11 — O indivíduo bem-equilibrado é insano.

12 — Quase todo mundo nasce gênio e é enterrado imbecil.

13 — Um homem corajoso carece de imaginação. A covardia é geralmente causada pela falta de dieta adequada.

14 — Relação sexual é chutar a morte no cu e cantar ao mesmo tempo.

15 — Quando os homens controlarem os governos, os homens não terão mais necessidade de governos; até lá nós estamos fodidos.

16 — Um intelectual é um homem que diz uma coisa simples de uma maneira difícil; um artista é um homem que diz uma coisa difícil de uma maneira simples.

17 — Toda vez que vou a um funeral me sinto como se tivesse comido germe de trigo estufado.

18 — Torneiras pingando, arroubos de paixão, pneus furados — todos são mais tristes que a morte.

19 — Se você quer saber quem são os seus amigos, arranje uma sentença de prisão.

20 — Antes que um diário local exponha um mal, ele segue o seu próprio curso.

21 — Fim das caixas de camisa.