Autor: Eberth Vêncio

Cantadas e xavecos dos bastidores da república

Cantadas e xavecos dos bastidores da república

Você vem sempre aqui na CPI? Nossa! Eu não sabia que boneca também prevaricava. Essa mulher ainda vai me fazer perder a cobiça. Você é a nora que mamãe pediu ao Ministro do Supremo. Qual é o número da conta secreta do seu cachorrinho nas Ilhas Cayman? Uau! Se tráfico de influência desse cadeia, você pegaria prisão perpétua. Isso é que é mulher, e não aquela quebradeira de empresas petrolíferas que eu tenho lá em casa.

Carta aberta aos canalhas

Carta aberta aos canalhas

Aquela história de se julgarem a cereja do bolo, a última Coca-Cola do deserto, a bala de prata do tambor, e coisa e tal, tudo isso é balela. Não subestimem tanto assim o restante do planeta. Podem acreditar: quando revirarem as suas tripas durante uma autópsia — enquanto comentam os peitos novos da papiloscopista ou os resultados da última rodada da Champions League de futebol — não vai dar pra saber que seres humanos incríveis vocês eram, se amavam demais, se odiavam de menos, se tratavam a solidão da maneira mais delicada possível.

Cada velho que morre é uma biblioteca que se incendeia

Cada velho que morre é uma biblioteca que se incendeia

Acendi o cigarro de um bebum e fui pensar naquele provérbio supostamente africano. Nem sempre era assim. Conhecia certos velhotes que, mesmo bem medidos e apurados, não dariam mais que um montinho de folhas secas, de esterco de frango, de absorventes ensanguentados a arderem em chamas no quintal. Homens são incendiários. Tem gente que toca fogo em tudo, vocês sabem. Eu não. Eu preferia inflamar as discussões.

Eu posso ser quem você quiser que eu seja, inclusive eu mesmo

Eu posso ser quem você quiser que eu seja, inclusive eu mesmo

Eu posso ser quem você quiser que eu seja, inclusive eu mesmo. Afinal, as aparências encantam. Por exemplo, tem garotos que se enganam: eles deixam crescer a barba para parecerem mais velhos. Tem adultos que se barbeiam duas vezes ao dia para parecerem duas vezes mais jovens, no mínimo. Tem trogloditas que surram os mais fracos para parecerem mais poderosos que um cérebro.

O que você pensa de mim pode ser tudo verdade

O que você pensa de mim pode ser tudo verdade

Enquanto se apaixonava pelo hilário sujeito, a moça pensou o quanto seria mais justo e razoável que as pessoas bem humoradas pagassem menos impostos, e que fossem recebidas no céu por uma banda de arcanjos tocando pífaros, por tornarem as vidas dos outros mais leves e menos miseráveis. Era o caso daquele desconhecido que parecia conhecer os seus labirintos interiores como ninguém.

Meu coração é uma selva com animais inquietos

Meu coração é uma selva com animais inquietos

Abelhas diabéticas refugam flores. Andorinhas solitárias unem-se para fazer ao menos um verão. Prolifera a cada dia a revoada crepuscular dos joões-de-barro em prol de casas próprias nos galhos das paineiras. Por causa do atropelamento de coirmãos nas rodovias, tamanduás-bandeiras remanescentes balançam as caudas tristes a meio mastro. Formigas cabeçudas drogam-se com DDT e saem cantarolando pela Abbey Road: “Todos vivemos num sítio do pica-pau amarelo, sítio do pica-pau amarelo, sítio do pica-pau amarelo…”.

O deputado, a empreiteira e a assessora parlamentar sem lingerie (uma picante história dos bastidores do poder)

O deputado, a empreiteira e a assessora parlamentar sem lingerie (uma picante história dos bastidores do poder)

Isso é uma indecência. Estima-se que 3% do PIB evaporem em corrupção e propina. Embora os dados não sejam do cassino do IBGE, acredita-se que estejam subestimados, assim como as contas secretas e as hemorroidas (quem tem só confessa sob delação premiada). Estimados contribuintes, odeio admitir que não passamos de um bando de patriotas nada confiáveis. Eu, por exemplo, não confiaria uma vida, nem uma bolsa de colostomia aos seus cuidados. Vocês metem-me medo, camaradas. Não duvido que metessem as mãos em titica em busca de vantagens.