Filosofia acima de tudo. Literatura acima de todos: 25 livros fundamentais

Filosofia acima de tudo. Literatura acima de todos: 25 livros fundamentais

Os historiadores apontam que o grego Tales de Mileto, que viveu entre os anos 624 e 546 a.C., foi o primeiro filósofo do mundo, pois empenhava a maior parte de seu tempo em refletir sobre questões ligadas ao ser humano e à natureza. Desde então, a Filosofia tem sido praticada ininterruptamente e nenhuma atividade permanece tanto tempo sem demonstrar sua utilidade na vida humana. Ainda que a filosofia e a sociologia sejam vistas hoje como aprendizados secundários, a verdade é que a busca pela sabedoria e pelas respostas às perguntas fundamentais da vida são a base para a construção de qualquer conhecimento. Para os que desejam se aprofundar no universo filosófico, a Revista Bula reuniu em uma lista 25 obras essenciais. Os livros datam de diferentes épocas e ajudam a construir um painel sobre a história da filosofia. Entre os destaques, estão “Crítica da Razão Pura” (1781), de Immanuel Kant; “A Sociedade do Espetáculo” (1967), de Guy Debord; e “O Segundo Sexo” (1949), de Simone de Beauvoir.