Entrevista com Mo Yan: Eu falo quando quero

Nobel de Literatura em 2012, o escritor chinês, em sua primeira entrevista após o prêmio, fala ao semanário alemão “Der Spiegel” de sua relação com o Partido Comunista, polemiza sobre o regime e critica desafetos

“Eu falo quando quero” é uma das frases de Mo Yan, o au­tor chinês laureado com o Nobel da Literatura em 2012, que se encontra na entrevista a seguir. Muito já havia sido publicado sobre o autor antes que ele recebesse o prêmio. Mais ainda após a cerimônia realizada em Estocolmo, em 7 de dezembro de 2012. Constata-se que a profusão de informações mais serviu para confundir do que aclarar.