Filmes

10 clássicos fundamentais do cinema para ver na Netflix

10 clássicos fundamentais do cinema para ver na Netflix

A Netflix possui em seu acervo filmes que são imprescindíveis para amantes de cinema: clássicos fundamentais, que marcaram a sétima arte em diferentes momentos da história. A Bula reuniu esses filmes em uma lista, sem critérios classificatórios. Entre os títulos estão as obras-primas de Sergio Leone “Era Uma Vez na América” (1984) e “Era Uma Vez no Oeste” (1968). Assim como um dos grandes sucessos de Alfred Hitchcock, “Um Corpo que Cai” (1958).

Os 10 filmes mais felizes da Netflix

Os 10 filmes mais felizes da Netflix

A Bula realizou uma seleção de filmes capaz de levantar o ânimo de qualquer pessoa. A lista reúne dez títulos alegres que estão disponíveis na Netflix. Além de comédias clássicas, como “Curtindo a Vida Adoidado” (1986), de John Hughes, também foram lembrados alguns romances, como é o caso de “O Lado Bom da Vida” (2012), de David O. Russell; e “20 anos + Jovem” (2013), de David Moreau.

Os 100 melhores filmes cult de todos os tempos

Os 100 melhores filmes cult de todos os tempos

O site List Challenges publicou uma lista com os 100 melhores filmes cult de todos os tempos, isto é, produções que estão às margens das convenções da indústria cinematográfica. A seleção reúne filmes de variados gêneros, como “As Aventuras de Buckaroo Banzai” (1984), do diretor W.D. Richter; a ficção científica “Akira” (1988), de Katsuhiro Ôtomo; e o filme de terror “Horror em Amityville” (1979), de Stuart Rosenberg.

Os 10 maiores filmes de todos os tempos, segundo 358 diretores

Os 10 maiores filmes de todos os tempos, segundo 358 diretores

A “Sight & Sound Magazine”, revista de cinema do British Film Institute, promoveu uma enquete com 358 diretores de 73 países para escolher os maiores filmes de todos os tempos. A enquete também ouviu, leitores, produtores, especialistas e críticos. Neste post, apresentamos apenas a versão com os votos dos diretores. Cineastas consagrados Woody Allen, Martin Scorsese, Quentin Tarantino, Abel Ferrara, Walter Salles, Fernando Meirelles, Guillermo Del Toro, Greg Mottola, Juan Campanella e Francis Ford Coppola participaram da enquete.

Filme da Lava Jato não prende nem Lula nem a atenção do espectador

Filme da Lava Jato não prende nem Lula nem a atenção do espectador

“Polícia Federal: A Lei é Para Todos” não quer fazer sociologia como “Cidade de Deus” ou “Tropa de Elite”, quer apenas fazer dinheiro. A filmografia do diretor, na qual se destacam exemplos de entretenimento descartáveis como “Qualquer Gato Vira-latas 2” e “Até que a Sorte nos Separe 3”, corrobora isso. Tampouco me parece crível que Marcelo Antunez considera que “Polícia Federal: A Lei é Para Todos” seja uma tentativa de fazer seu “Cidadão Kane” particular.