Autor: Karen Curi

Estar apaixonada é…

Estar apaixonada é…

Estar apaixonada é morrer de amor e jurar nunca mais morrer de novo e por mais ninguém. É morrer a cada vez que ele não responde às mensagens e renascer das cinzas como uma Fênix quando ele liga para dar bom dia. Estar apaixonada é um vai e vem entre a vida e a morte várias vezes ao dia. É respirar com ajuda de aparelho eletrônico, porque nenhum coração apaixonado sobrevive sem corações de emoticon.

787
Maturidade é parar de buscar a aprovação das pessoas para ser feliz

Maturidade é parar de buscar a aprovação das pessoas para ser feliz

Maturidade é entender que todos estão certos sob suas próprias perspectivas e que não existe uma verdade absoluta. Maturidade é sublinhar, relevar e deixar ir aquilo que não é mais nosso: o amor que acabou, o amigo que se transformou, o emprego, o apartamento, o carro. É deixar para trás o que não nos cabe mais: as roupas apertadas, os sapatos que tomaram a forma dos nossos pés, os livros que tanto nos ensinaram e que podem ensinar outras pessoas.

889
Não consigo confiar em quem não sente ciúmes de mim

Não consigo confiar em quem não sente ciúmes de mim

Eu sempre confiei em pessoas ciumentas. E como toda união só se mantém na base da confiança, estava intencionada a juntar a fome com a vontade de comer. Gente ciumenta é confiável por vários motivos. O primeiro deles é que a sua atenção está integralmente voltada para você e não existe foco maior que você. Veja bem, não vamos confundir ciúmes com carência. O carente é pegajoso, cobrador de afeto. Já o ciumento não necessariamente é afetuoso. O seu diferencial está no poder de observação, e por assim dizer, na cadência com que os seus cinco sentidos giram ao seu redor.

Amar é deixar uma pessoa existir como ela é

Amar é deixar uma pessoa existir como ela é

Queremos que nos amem do jeito que nós amamos, como se a nossa maneira de amar fosse a certa e a única. A forma como as outras pessoas demonstram o seu amor nos parece quase sempre insuficiente, deficiente, insatisfatória. Não basta sentir que somos amados. É preciso mudar um outro ser para que ele fique à nossa imagem e semelhança. Ele deve falar como nós falamos, gostar do que nós gostamos, fazer o que nós fazemos, e por fim, nos tratar exatamente como nós o tratamos.

1359
Enquanto houver champanhe, há esperança

Enquanto houver champanhe, há esperança

Enquanto houver champanhe, há esperança de que louco mesmo seja ser normal. Deus me livre das pessoas constantes demais, dos irredutíveis que não mudam de opinião, daqueles que não alteram o tom de voz, dos que não estão dispostos a aprender e também dos que têm preguiça de ensinar. Graças ao champanhe não é possível andar em linha reta sem cambalear um pouco e rebolar um tanto. Quem tem ressaca tem mais histórias para contar do que quem bebe suco detox.

229
Nós não amamos ninguém. Amamos a ideia que fazemos de alguém

Nós não amamos ninguém. Amamos a ideia que fazemos de alguém

Muitas vezes não é a igualdade que nos aproxima de alguém, senão algo que o outro tem e que nos falta por dentro. Pode ser a paz, a simplicidade, a fé, a alegria singela desenhada no sorriso. Eu duvido que as pessoas realmente se importem com a cor dos olhos… Bonito mesmo é o jeito que ele olha para ela, feito menino do interior quando vê o Papai Noel pela primeira vez. Ela esquece a pressa da cidade grande e pousa seus olhos nele, como casal de pássaros que assenta no ninho depois de uma longa viagem.

1997