Os 34 melhores vinhos de 2017, segundo a World Wine Awards

Os 34 melhores vinhos de 2017, segundo a World Wine Awards

Na edição, 34 vinhos foram agraciados com prêmio máximo Platinum Best in Show
A World Wine Awards 2017, realizado pela revista Decanter, é a competição de vinhos mais importante e disputada do mundo. Em 2017, o prêmio recebeu inscrições de mais de 17.200 rótulos, oriundos de vinícolas de dezenas de países. Para avaliá-los, 219 jurados foram escalados, dentre eles 65 Masters of Wine e 20 Master Sommeliers. Apesar do grande número de inscritos, apenas 34 vinhos foram agraciados com o prêmio máximo: Platinum Best in Show. A categoria foi coordenada pelo renomado crítico de vinhos Steven Spurrier, e os responsáveis pela seleção foram Sarah Jane Evans, Gérard Basset, Michael Hill Smith, Andrew Jefford e Andy Howard.

Os rótulos franceses, conforme manda a tradição, foram premiados em peso, somando oito medalhas Platinum. Os agraciados são Charles Heidsieck Champagne Blanc des Millénaires Brut 1995, Domaine David Sautereau Berry Bros. & Rudd Sancerre 2015, Domaine de Rimauresq Côtes de Provence Cru Classé Rosé 2016, Domaine Vico Clos Venturi Chiesa Nera Vin de France 2014, Dopff & Irion Château de Riquewihr Gewurztraminer Grand Cru Sporen 2015, Gabriel Meffre Saint-Théodoric Châteauneuf-du-Pape 2015, e La Grande Bauquière Moment Inattendu Côtes de Provence Rosé 2016.

Logo atrás dos franceses, em número de premiações, estão os vinhos australianos e argentinos, com três colocados cada. No entanto, no quesito nota, o vencedor foi o Cossart Gordon Bual 1987, de Portugal, com 98 pontos; seguido do francês Domaine de Rimauresq Côtes de Provence Cru Classé Rosé 2016, com 97 — a avaliação mínima foi de 95. Canadá, Chile, Argentina, Itália, Luxemburgo, Uruguai, Espanha, África do Sul e Nova Zelândia são os outros países que também tiveram vinhos em destaque. A lista foi organizada em ordem alfabética.

África do Sul

Alemanha

Argentina

Austrália

Áustria

Canadá

Chile

Espanha

França

Itália

Luxemburgo

Nova Zelândia

Portugal

República Tcheca

Reino Unido

Uruguai

675