Os 10 melhores contos de H. P. Lovecraft

Os 10 melhores contos de H. P. Lovecraft

Criador de uma mitologia literária que conjuga ficção científica, terror e fantasia, cada vez mais presente e influente em literatura, música, quadrinhos, RPGs e cinema, Lovecraft foi o grande sucessor de Edgar Allan Poe, influência e inspiração para muitos dos escritores de literatura fantástica posteriores. Objeto de estudo e especulação de escolas do ocultismo, o autor foi um verdadeiro mito capaz de se propagar em uma era tecnológica.

São muitos os rótulos dados a H. P. Lovecraft, escritor norte-americano de vida breve e conturbada, tachado de excêntrico, recluso, estranho. Acima de tantos epítetos baratos está sua obra literária, base de um subgênero completo da literatura fantástica conhecido como “horror cósmico”, que apresenta um cosmo indiferente, senão hostil às pretensões narcisistas da humanidade, retratada em seu universo ficcional como um evento fugaz, espécie desprezível a serviço de seres muito mais poderosos e ancestrais.

Se é a literatura que importa, muito mais que distorções e lendas exageradas, segue uma modesta introdução à sua obra, uma lista de dez de seus contos mais significativos, para o conjunto da própria obra e para a arte fantástica contemporânea como um todo.

Contos Reunidos do Mestre do Horror Cósmico (Editora Ex Machina, 608 páginas)

A influência e a popularidade da obra de Howard Phillips Lovecraft aumentam sem cessar, há quase quarenta anos. No Brasil seus textos são publicados desde o fim dos anos 40, mas somente a partir da década de 80 começaram a surgir edições mais ou menos bem cuidadas e regulares.

Comprovação de como sua obra se consolidou no imaginário do público brasileiro apreciador do fantástico é a recente publicação de uma das edições mais completas dedicadas ao autor, que reúne todas suas narrativas curtas (os 61 contos uniautorais) anotadas e traduzidas para o português: Contos Reunidos do Mestre do Horror Cósmico (Editora Ex Machina, 2017) apresenta as histórias organizadas por ciclos, além de contar com introdução assinada pelo pesquisador estadunidense S.T. Joshi, maior especialista na obra de Lovecraft, e um extenso aparato crítico de ensaios, filmografia e bibliografia crítica, elaborado pelos principais pesquisadores brasileiros da vida e obra do autor.

 

Caio Alexandre Bezarias é professor de língua portuguesa, escritor e pesquisador de literatura fantástica. É autor de A Totalidade pelo Horror: O Mito na Obra de Howard Phillips Lovecraft.

 

898