Os melhores livros de todos os tempos, segundo nove autores fundamentais

Os melhores livros de todos os tempos, segundo nove autores fundamentais

Um escritor é mais importante pelo que lê, do que pelo que escreve, seguindo a máxima, a Revista Bula reuniu os livros que influenciaram nove autores fundamentais de diferentes épocas e escolas literárias: Gabriel García Márquez (Cem Anos de Solidão), Ernest Hemingway (Por Quem os Sinos Dobram), F. Scott Fitzgerald (O Grande Gatsby), Stephen King (A Dança da Morte), Philip Roth (O Complexo de Portnoy), Charles Bukowski (Factotum), David Foster Wallace (Graça Infinita) e Edmund White (O Flâneur). Díspares e antagônicos — da prosa elegante de F. Scott Fitzgerald a linguagem obscena e crua de Charles Bukowski —, os autores selecionados e os livros citados por eles, trazem em comum o fato de ter influenciado e encantando milhões de leitores em todo o mundo.

A lista percorre um longo itinerário literário e traz desde livros fundadores literatura ocidental, como “Édipo Rei”, de Sófocles, passando por clássicos absolutos do século 20, como “A Montanha Mágica”, de Thomas Mann, e “O Som e a Fúria”, de William Faulkner, até ícones da liberação feminina dos anos 1970, como “Medo de Voar”, de Erica Jong.”

4828