10 filmes em que os atores realmente fizeram sexo explícito

10 filmes em que os atores realmente fizeram sexo explícito

Mesmo em filmes que não são pornográficos, há cenas de sexo que são verdadeiras. Há casos de uso de dublês, mas em geral são os próprios atores que protagonizam as cenas

A repórter Maricela Flores, do jornal mexicano “El Universal”, listou dez filmes em que os atores — ou seus dublês — realmente mantêm relações sexuais. “Nem tudo no cinema comercial é ficção. O sexo real não se dá apenas nos filmes pornôs”, afirma. Por isso, ela decidiu apresentar uma amostra. O título da reportagem é: “10 cintas en las que el sexo fue real”.

Tema tabu, o sexo é uma obsessão que intriga homens e mulheres. As pessoas têm imensa curiosidade sobre a sexualidade alheia, como se fosse um espelho da sua. “Sabemos que é um dos momentos mais íntimos em que só os envolvidos são testemunhas das emoções do outro e isso o torna um objeto de grande curiosidade”, sublinha a repórter. “No cinema também é um tema recorrente. Sem importar o gênero, o tema ou até a classificação do filme, em quase todas as cenas nas quais se mostra de forma mais ou menos explícita”, o sexo “causa polêmica e indignação entre os mais conservadores”.

“El Universal” sugere que “a linha entre a arte e a pornografia é muito tênue. Os filmes pornôs são uma ‘porta’ para a intimidade dos outros. Mas o que acontece quando são os filmes convencionais” — alguns ditos até de arte — “que contêm cenas cheias de intensidade sexual?” O poeta francês Guillaume Apollinaire (1880-1918) escreveu que “a pornografia é o erotismo dos outros” (“a pornographie c’est l’erotisme des autres”).

Maricela Flores frisa que “o sexo como arte busca demonstrar a complexidade nas relações humanas por intermédio de uma conexão física e mental, permitindo que nos adentremos ao mais profundo das personagens”. As cenas nem sempre são simuladas, ou incluem dublês, e são de um realismo ímpar. Os atores se tornam as personagens, criando uma sensação realista densa.

A lista do “El Universal” inclui dez filmes avaliados como não-pornográficos em que as cenas de sexo são “verdadeiras”, e não meras “atuações”. Os textos abaixo são do jornal. Traduzi o material quase de maneira literal, acrescentando informações, e adaptando aqui e ali para melhor compreensão do leitor brasileiro. Se o leitor quiser verificar o texto original — às vezes condensei o material, o que pode gerar distorções —, deve consultar o link do jornal.

Alerto que os vídeos contêm cenas fortes. Portanto, quem não quiser vê-los, para não ficar escandalizado, deve se contentar com a leitura do texto.

2320