Livros

30 livros de autores brasileiros para morrer antes de ler

Dando sequência a série de listas polêmicas, pedi aos leitores, amigos do Facebook e seguidores do Twitter — escritores, jornalistas, professores —, que apontassem, entre livros conhecidos de autores brasileiros, quais eram os piores que haviam lido. Cada participante poderia indicar até cinco livros, sem repetir autores, tendo como critério principal o gosto pessoal. 312 pessoas responderam a enquete.

Como nas listas anteriores, o objetivo não é zombar ou ofender o gosto alheio, é, sobretudo, uma diversão e reflete apenas a opinião dos participantes consultados. Se podemos ter a lista de nossas preferências, por que não podemos ter a lista daquilo que não gostamos? Na lista, aparecem livros de escritores consagrados como José de Alencar, Ruy Castro, Clarice Lispector e Jorge Amado. O resultado, embora subjetivo, pois se baseia meramente no gosto pessoal e não avaliação crítica dos livros citados, não deixa de ressaltar a validade da célebre frase de Mark Twain: “Aquele que lê maus livros não leva vantagem sobre aquele que não lê livro nenhum”. Eis o resultado baseado na quantidade de citações.

Iracema
José de Alencar
O Guarani
José de Alencar
Marimbondos de Fogo
José Sarney
Saraminda
José Sarney
Animais em Extinção
Marcelo Mirisola
Como Desaparecer Completamente
André de Leones
O Diário de um Mago
Paulo Coelho
Brida
Paulo Coelho
O Alquimista
Paulo Coelho
No Buraco
Tony Bellotto
Mentes Perigosas
Ana Beatriz Barbosa Silva
O Tigre Na Sombra
Lya Luft
O Lado Fatal
Lya Luft
O Crepúsculo do Macho
Fernando Gabeira
O Xangô de Baker Street
Jô Soares
As Esganadas
Jô Soares
Mar Morto
Jorge Amado
Memórias de um Sargento de Milícias
Manuel Antônio de Almeida
Estorvo
Chico Buarque
O Mundo Não é Chato
Caetano Veloso
Triângulo no Ponto
Eros Grau
A Paixão Segundo G.H.
Clarice Lispector
O Inverno das Fadas
Carolina Munhóz
O Dia Mastroianni
João Paulo Cuenca
A Vida Sabe o Que Faz
Zibia Gasparetto
A Escrava Isaura
Bernardo Guimarães
Farewell
Carlos Drummond de Andrade
Rosinha, Minha Canoa
José Mauro de Vasconcelos
Obra Completa
J. G. de Araújo Jorge
Guia-Mapa de Gabriel Arcanjo
Nélida Piñon
  • http://www.facebook.com/deko.pires Deko Pires

    Poxa,eu curti Memórias de um Sargento de Milícias.

  • http://www.facebook.com/elisangela.souza.39 Elisangela Souza

    Pelo amor …Sarney não consigo ler 1 quanto mais 2!!!

  • gilson

    faltou saramago. chaaaato, prepotente.

    • http://www.facebook.com/sh.suzuki90 Stephanie Suzuki

      Brasileiros, não portugueses.

    • Candice

      Hahaha! Orra. Falar que Saramago é chato e prepotente, e ainda por cima achar que é brasileiro (quem dera!), mostra aí que você nunca o leu.

      Geralmente, quem não gosta dele são cristãos fervorosos que se sentem ofendidos pelas declarações ateístas que ele deu.

  • Wueliton

    Deveria estar expressado os motivos, razões ou circunstâncias…

  • http://www.facebook.com/leda.grasiele Leda Grasiele

    Assustei com Memórias de um Sargento de Milícias nessa lista. =/ Eu adorei o livro!

  • Sacha

    O Farewell do Drummond não merece. É excelente

  • http://www.facebook.com/lindavera.linda Linda Vera Linda

    O Mundo Não é Chato, de Caetano Veloso um pessimo livro… por seu de Caetano Veloso achei que poderia ser melhor.

  • http://www.facebook.com/seulima Seu Lima

    Nota do editor: Gastasse é com S.

    Típico artigo recalcado de alguém que provavelmente não escreveu nenhum livro – duvido que um escritor gastace seu tempo fazendo uma lista de livros ruins.

    • revistabula

      Supletivo funciona. Mesmo com idade avançada.

  • revistabula

    Nesse caso, não basta um intensivo de português é preciso de um psicólogo.

    • http://www.facebook.com/seulima Seu Lima

      Isso não faz de vocês menos trouxas.

      • revistabula

        Claro, procure ajuda. Irá se sentir melhor.

  • revistabula

    Nesse caso, não basta um intensivo de português é preciso de um psicólogo.

  • http://www.facebook.com/rose.eliane.9 Rose Eliane Biju

    “Rosinha, minha canoa” é um livro maravilhoso para séries finais do Ensino Fundamental… Eu A.M.E.I esse livro quando estava no antigo “ginásio”… Penso que a lista não foi bem elaborada pois os livros tem um público alvo.
    Claro que quem não é místico, não vai gostar de Paulo Coelho… Quem é evangélico vai abominar Zibia Gasparetto…

    • Francisco

      Não. Paulo Coelho, Zibia Gasparetto et caterva não agradam por estarem deslocados do publico alvo. O motivo é porque não ruins mesmo. Não existem autores “categorizados”, exitem autores bons e ruins. Não sou gay, mas adoro Wilde. Não tenho a visão de mundo do Baudelaire, mas muito aprendo com ele. Muito mesmo sou “ocultista”, mas posso dizer que Poe é um péssimo escritor? E desde quando é necessário ser cristão para apreciar a grandeza da Commedia?

      ja em relação ao Brasil… Preciso ser sertanejo para reler Graciliano? Ou me chamar Severino para ler João Cabral? E mais, devo ser ciumento para ler Dom Casmurro, um velho para ler “Memorial de Aires”, alguém mesquinho para suportar Brás Cuba?

      A única distinção que é possível fazer de escritores é que são bons e maus. Ou de literatura: “Não existem livros morais ou imorais, os livros bem ou mal escritos” (Wilde)

  • Victor

    Listas como essa obliteram a qualidade da revista (que publica produções bacanas). Uma pena. Essa pegada “outsider” não cola.

  • Bruno

    E o que você publicou de bom, sr. Carlos Willian (escritor e jornalista)?

    • http://www.facebook.com/carloswillianleite Carlos Willian Leite

      Sr. “Bruno”, lhe repondo: não escrevi nada que seja digno de nota. Depois, lhe
      pergunto: o sr. tem dificuldades de interpretação ou apenas fingiu que leu? A
      lista não foi feita por mim, foi uma enquete pública, mais de 300 pessoas
      participaram. Está escrito lá.

  • http://www.facebook.com/joao.a.deoliveira Joao Assis de Oliveira

    Iniciativa louvável, esta do Carlos William, bem como a seleção das respostas. Apenas uma contribuição para esta discussão: gostar das baboseiras nauseabundas de Paulo Coelho… É preciso respeitar as diferenças, mas alguns “místicos” deveriam selecionar melhor seus gurus (uma dica: que leiam Buddha! – e não “bunda”, ou ainda “bundões” feito aquele leporídeo lá em acima…).

  • Dani

    Ainda que alguns de fato mereçam estar nessa lista, outros não, creio que 312 pessoas incultas responderam a enquete.

  • http://www.facebook.com/danilossete Danilo Soares

    nada a ver…. é até engraçado. a paixão segundo g.h., por exemplo, é ovacionado pela critica especializada mundo afora!

    • Juca

      O livro apesar de enfadonho, torna-se espetacular pela capacidade da autora de escrever um livro inteiro circunscrito ao mesmo tema, a barata (se a come ou não). O livro é cansativo, mas deve ser analisado como forma de estudo para que se possa compreender outros modelos de composição de livros. A criatividade para escrever esse livro é sem comparações!

  • Thiago Fernandes

    Esqueceram de Budapeste, A Festa da Menina Morta, Garota Dourada…

  • Cesar

    Há uma diferença enorme entre gosto e qualidade. Pode-se gostar de algo e o mesmo ter qualidade duvidosa! Com relação aos livros, cultive os que vc gostou, releia e indique. São nao fique parado em um ponto no passado. Paulo Coelho pode ter sua relevância na adolescência. Quando vc lê Jorge Luis Borges entende que o quadro estava incompleto.
    Nenhuma leitura é vã. Só nao podemos parar.

  • http://blog-do-lucho.blogspot.com/ Lucho

    Poxa. Faltou o “Brejal dos Guajás”.

  • Rubens

    Não entendi a inclusão do livro Bullying: mentes perigosas na escola da Ana Beatriz nesta lista, o livro é muito bom e trata de um assunto muito pouco conhecido. Acho na verdade que este livro deveria ser leitura obrigatória para todos os pais e educadores.

  • Rubens

    Ops,..corrigindo
    meu comentário anterior sobre o livro mentes perigosas, a Ana
    Beatriz possui outro livro com o nome Mentes Perigosas – O Psicopata Mora ao
    Lado, como na lista não ficou claro a qual “mentes perigosas” a lista se
    referia, retiro minha defesa pois não li este ( o psicopata mora ao lado), em
    todo caso fica a dica sobre o livro Bullying mentes perigosas na escola, que já
    li e recomendo.

  • Fabiola Hessel

    Achei curioso o fato de ter muitos livros de leitura obrigatória na escola ou para o vestibular, deve ter alguma coisa a ver né? ;)
    Tadinho do Paulo Coelho todo mundo tem birra dele! :)
    Achei legal essa lista, não deixaria de ler nenhum, mas tb não tem nenhum q eu realmente, quem diria que o Chico Buarque ia aparecer por ai…

  • Luís Gomes

    Depois que eu li no caminho de swan de Marcel Proust, todo o resto parece mediocre

  • Aline Schindler

    A moreninha faltou aí…Mas quanto ao Memória de um sargento de milícias tb não concordo,achei divertido !

  • Karol

    Mentes perigosas é muito chato,redundante cheio de blábláblá de psicologia barata.

  • Tania G.

    Que me desculpem os votantes, mas quem inclui Iracema, Mar Morto, Memórias de um Sargento de Milícias, Estorvo, A Paixão Segundo G.H. e Farewell em uma lista de piores livros, não entende nada de leitura.

    • Ana

      Esses livros são chatos, não gosto da literatura brasileira, é tão cansativa.

  • ✗♔ Helo ♔✗

    Isso é uma pesquisa muito falha, as pessoas tem gostos muito diferentes e é impossível generalizar se o livro é bom ou não. E ainda há a questão da interpretação, que algumas pessoas não conseguem entender a obra e acabam dizendo que são ruins.

    • Candice

      Se é uma pesquisa com pessoas diversas, obviamente que o resultado traz opiniões pessoais, gostos distintos, e isso que é o legal. A coluna não quis generalizar com as respostas (onde você leu isso?), sendo que a abertura do texto explica como se chegou a esse resultado.

      Logo, a pesquisa não é falha.

      Atente para: “E ainda há a questão da interpretação…”.

  • Lari

    chocada, sem mais.

  • Denise R

    É para MORRER antes de LER, ou seja, para não ler de jeito nenhum.

  • Denise R

    A lista é dos piores, morrer antes de ler ,não ler de jeito nenhum.

  • Zé Xucro

    Estou no lucro, sou anarfa.

  • Julio

    Não entendeu que é uma lista para NÃO ler, não é?

    • Beta

      Ta difícil, né, Júlio? O povo não entende nem com reza brava…

  • julio

    Releia tudo querida, vc tá pagando mico, é para MORRER ANTES DE LER.

    • Eduardo Costa

      E depois é o Sheldon que não entende ironia… Rsrs.

      • Beta

        Ironia ele não entende, mas o título é tão literal… Tá faltando o básico, mesmo, uma simples compreensão de texto…

  • Mônica

    bom mais digamos que aqeles 10 poemas do charles bokowski, nao precisavam ser lidos também

  • Vladimir

    A brincadeira foi boa. Concordo com 70% da lista, mas é claro que “A paixão segundo G. H.”, “Memórias de um sargento de milícias” e “Mar Morto” são obras de grande respaldo literário. Apesar de não gostar muito do Chico prosador, “Estorvo” talvez seja o seu livro mais palatável. Ademais, José Sarney, Paulo Coelho, José de Alencar, Zibia Gaspareto e Jô Soares são projetos de escritores – e merecem a nossa morte antes da leitura, rs.

  • Thiago Ernesto

    Já ouvi dizer que Mar Morto é tenso mesmo… Mas Iracema é genial, sem mais! Brida é o pior livro que já li.

  • Edson

    Assim, morrerei feliz !!!

  • Alexandre Caretta

    Lendo os comentários é perceptível que grande parte dos comentaristas sequer entendeu como a lista foi elaborada…

  • Amira Laila

    Não sei o que é melhor: se é a lista ou os comentários de quem não entendeu a lista #morri kkkkkkk

  • Nandia

    Pelo amor prórpio, tem gen eque não enendeu. É morrer antes de ler. Vou desenhar: não precisa ler!!!!!!!

  • Daniel

    * José de Alencar geralmente é muito chato, mas Iracema é bom.
    * Memórias de um Sargento de Milícias é uma das melhores prosas já escritas em língua portuguesa. :/
    * A Paixão Segundo GH é genial e também não deveria estar nessa lista.

    De resto, a lista é engraçada…

    • Leo Falk

      concordo – Memórias de uma sargente de milícias é genial
      Leo Falk

  • Ariane Mello

    Prefiro viver lendo Jorge Amado.

  • Marcus

    Escapei de ler estes alencarinos durante o período da escola, de resto, prefiro morrer mesmo.

  • davi fernando

    Faltou “Grande Sertão: Veredas”, pra lista ficar mais irônica.

  • André

    Eu li três vezes o título desta matéria! hahaha mto bom

  • Alda

    Uma seleção dessas que contempla Paulo Coelho e exclui Machado de Assis, certamente, não merece credibilidade!!!

    • Helochaves

      Claro que sim, já que a lista é dos PIORES…

    • Danilo Vilas Boas

      Penso que vocês não são dos melhores leitores. Não, não pelo fato de preferir Machado a Paulo Coelho, o que é elogiável. Mas leiam novamente o título da lista e saberão de que falo.

  • eliza

    O que vocês tem contra Estorvo ?? T.T

  • Danilo Vilas Boas

    José de Alencar é sim um grande chato, uma tosqueira piegas e com final desanimador. Manuel Antônio de Almeida também não fica atrás, história previsível desde os primeiros capítulos. Dos outros não posso falar, pois não li. Digo ainda que não os li na escola, tentei ler posteriormente e só terminei com muito esforço.

    • Rafaella Monteiro

      Pois eu adoro José de Alencar ! E me apaixono com por seus livros e sofro a cada vez que acabo de ler !

  • Jorge Castro

    Qual o problema dele ser bruxo?

  • Paulo Cezar Paz

    Iracema, O Guarani, Memórias de um Sargento de Milícias, Clarice Lispector, A Escrava Isaura…?! Estes são os piores?! Estes são os melhores! A galera fica ferrada na frente da T.V., adquirindo “curtura”, consequentemente, perde a capacidade de discernimento. Só pode! Clarice Lispector deve ser lida aos poucos, de tão saborosa que é a sua prosa. Tão gostosa quanto ela própria era! E J.G. de Araújo fez a minha cabeça na adolescência! Ele é ótimo! Agora, Chico Buarque, Jô Soares, Caetano Veloso, Lya Luft (com suas divagações idiotas), Zilda Gaspareto, e, principalmente, Paulo Coelho… este pessoal tá passando a perna em todo mundo: vai ser ruim assim na casa do chapéu! Mas, a leitura de qualquer livro pode levar a Machado de Assis, a Guimarães Rosa, a José Lins do Rego, a Graciliano Ramos, a Drummond, a Castro Alves….

  • Rafaella Monteiro

    Pois já li o Guarani , Escrava Isaura , O Alquimista , e estou lendo Memórias de um Sargento de Milícias , e estou gostando muito !!! Acho que pessoas que não leram esses livros não devem se deixar ser influenciadas por essas listas , pois podem estar perdendo uma boa e prazerosa leitura.

  • Rafaella Monteiro

    Isso mesmo !

  • Yara Ferreira

    A lista é dos piores. Se bem que tem uns aí que só pode ser zoação…

  • Yara Ferreira

    A lista é dos piores livros

  • Jonh Costa

    sempre considerei os escritores brasileiros muito fraquinhos. E eu não gosto de Machado de Assis (a maioria dos metidos a intelectuais o consideram um “deus”). Os único livros que eu considerei de mais alto nível foram:
    - O Ateneu – Raul pompéia
    - espumas flutuantes – Castro Alvez
    - Eu – Augusto dos Anjos
    - Vidas Secas – Graciliano ramos
    - noite na taverna – alvares de azevedo
    - O Uraguai -Basilio da Gama

    estou pensando em ler o Caramuru, mas ainda não sei. Quanto ao restante dos livros brasileiros, eu jogo no lixo principalmente os escritores atuais. Quem é que consegue levar à sério esse tal “Paulo Coelho”?

  • Pablo

    Devia também ter sido incluído os autores estrangeiros. Brasileiro, geralmente, menospreza a sua cultura. Vejam na música, por exemplo, a MPB, Bossa Nova, faz mais sucesso fora do país. Aqui, a preferência esmagadora e pelas cançoes sem letra, sem estrutura melódica e sem cérebro.
    Muitos desses entrevistados que lançaram alguns dos nossos clássicos acima na fogueira: (Clarice Lispector, José de Alencar…), caem de quatro para autores europeus e americanos bens piores.

    (Desprezam, por exemplo, “A paixão segundo GH”, mas leem, biblicamente, “A metamorfose”, de Franz Kafka.)

  • jessy

    Paulo Coelho é muito bom! injustiça