Os 50 melhores livros de não-ficção de todos os tempos

Os 50 melhores livros de não-ficção de todos os tempos

O jornal The Guardian publicou uma lista com os melhores livros não ficcionais de todos os tempos. A seleção foi realizada pelo escritor e editor Robert McCrum, após dois anos de leituras e extensas pesquisas. As obras compreendem cinco séculos de história literária, partindo de clássicos como “Contos de Shakespeare” (1807), de Charles e Mary Lamb, e “Reivindicação pelos Direitos da Mulher” (1792), de Mary Wollstonecraft; até lançamentos mais recentes, como é o caso de “Não Basta Dizer Não” (2017), da jornalista e ativista Noami Klein; e “A Origem dos Meus Sonhos” (2008), do ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama.

Apesar de o ranking do jornal britânico apresentar as 100 melhores obras, a Bula considerou apenas 50, publicadas em português.  Os comentários são adaptações das sinopses das editoras, e os livros são organizados de acordo com a data original de publicação.